Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Mercados e tendências

EUA: Tendência a assumir cabelos naturais estimula vendas de shampoos voltados para consumidores afro-americanos

O movimento de afirmação dos cabelos afro, somado ao retorno de métodos naturais para cuidar dos cabelos, vem estimulando o crescimento do mercado de produtos capilares destinados à população afro-americana.

A pesquisa observou que 40% das pessoas entrevistadas declararam que a saúde (...)

A pesquisa observou que 40% das pessoas entrevistadas declararam que a saúde dos cabelos é para elas uma prioridade. (Photo: © PeopleImages / Istock.com)

Segundo a agência de estudos de mercado Mintel, o segmento de shampoos para consumidores afro-americanos representa, atualmente, cerca de 19% do mercado. As vendas desses produtos aumentaram 13% entre 2015 e 2017 e essa tendência deverá continuar se afirmando até o final deste ano. A expectativa é que o mercado de shampoos para afro-americanos movimente aproximadamente 473 milhões de dólares em 2017, registrando o maior crescimento já observado nessa categoria nos últimos cinco anos, em termos de porcentagem. As vendas de condicionadores, que atualmente representam cerca de 19% do mercado, deverão crescer 3,5% em 2017, movimentando um total de 491 milhões de dólares.

Paralelamente, as vendas de produtos para alisamento caíram 36,6% entre 2012 e 2017.

"A opção por cabelos naturais, sem tratamentos para deixá-los lisos, é a norma atualmente para a maioria dos consumidores negros, em particular jovens que buscam acompanhar a moda, adotando diversos estilos em função de suas atividades profissionais e de lazer", explica Toya Mitchell, Multicultural Analyst da Mintel, em um comunicado. "O desejo de ter cabelos sadios e sem química, aliado ao desenvolvimento de novos métodos para obter cabelos lisos, tornou os produtos para alisamento inúteis para muitas pessoas".

O estudo revelou que 79% dos consumidores adotaram cabelos naturais no ano anterior (até maio de 2017), enquanto 40% das pessoas entrevistadas declararam que a saúde dos cabelos é para elas uma prioridade. Pouco menos de um terço (29%) dessas pessoas evita usar métodos considerados nocivos para os cabelos, ao passo que 52% afirmam usar três ou quatro produtos em sua rotina de cuidados capilares.

Globalmente, a Mintel estima que, em 2017, os afro-americanos gastarão 2,54 bilhões de dólares com produtos para os cabelos, o que representa uma retração de apenas 0,4% em relação ao ano anterior.

"Para os consumidores negros, o fato de assumir cabelos naturais já deixou de ser uma tendência emergente, passando a ser considerado como o melhor caminho a seguir", conclui Toya Mitchell.

Para consultar o estudo completo: http://store.mintel.com/us-black-haircare-market-report

AFP / Relaxnews
(Tradução: Maria Marques)


© 2017 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

A última edição da feira MakeUp no NewYork, o evento B2B dedicado à cadeia de valor da indústria de maquiagem, foi um grande sucesso, segundo os organizadores. O evento, realizado nos dias 11 e 12 de setembro de 2019 no Center415 na 5th Avenue, Manhattan, recebeu mais de 3.800 visitantes, com crescimento de 12% do número de visitantes (...)

+ informações
Palavra de especialista
Tendência olfativa: o impacto de essências minerais

Aliénor Massenet
Tendência olfativa: o impacto de essências minerais

Substâncias sólidas, inorgânicas e cristalizadas, os minerais resultam de um processo geológico natural. No setor de perfumes, a mineralidade é um conceito subjetivo, pois não existe uma família mineral propriamente dita. Com facetas úmidas e salgadas, as notas minerais oferecem aos perfumistas uma nova maneira de expressar o frescor em suas (...)

+ informações

Seções