Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Mercados e tendências

EUA: Tendência a assumir cabelos naturais estimula vendas de shampoos voltados para consumidores afro-americanos

O movimento de afirmação dos cabelos afro, somado ao retorno de métodos naturais para cuidar dos cabelos, vem estimulando o crescimento do mercado de produtos capilares destinados à população afro-americana.

A pesquisa observou que 40% das pessoas entrevistadas declararam que a saúde (...)

A pesquisa observou que 40% das pessoas entrevistadas declararam que a saúde dos cabelos é para elas uma prioridade. (Photo: © PeopleImages / Istock.com)

Segundo a agência de estudos de mercado Mintel, o segmento de shampoos para consumidores afro-americanos representa, atualmente, cerca de 19% do mercado. As vendas desses produtos aumentaram 13% entre 2015 e 2017 e essa tendência deverá continuar se afirmando até o final deste ano. A expectativa é que o mercado de shampoos para afro-americanos movimente aproximadamente 473 milhões de dólares em 2017, registrando o maior crescimento já observado nessa categoria nos últimos cinco anos, em termos de porcentagem. As vendas de condicionadores, que atualmente representam cerca de 19% do mercado, deverão crescer 3,5% em 2017, movimentando um total de 491 milhões de dólares.

Paralelamente, as vendas de produtos para alisamento caíram 36,6% entre 2012 e 2017.

"A opção por cabelos naturais, sem tratamentos para deixá-los lisos, é a norma atualmente para a maioria dos consumidores negros, em particular jovens que buscam acompanhar a moda, adotando diversos estilos em função de suas atividades profissionais e de lazer", explica Toya Mitchell, Multicultural Analyst da Mintel, em um comunicado. "O desejo de ter cabelos sadios e sem química, aliado ao desenvolvimento de novos métodos para obter cabelos lisos, tornou os produtos para alisamento inúteis para muitas pessoas".

O estudo revelou que 79% dos consumidores adotaram cabelos naturais no ano anterior (até maio de 2017), enquanto 40% das pessoas entrevistadas declararam que a saúde dos cabelos é para elas uma prioridade. Pouco menos de um terço (29%) dessas pessoas evita usar métodos considerados nocivos para os cabelos, ao passo que 52% afirmam usar três ou quatro produtos em sua rotina de cuidados capilares.

Globalmente, a Mintel estima que, em 2017, os afro-americanos gastarão 2,54 bilhões de dólares com produtos para os cabelos, o que representa uma retração de apenas 0,4% em relação ao ano anterior.

"Para os consumidores negros, o fato de assumir cabelos naturais já deixou de ser uma tendência emergente, passando a ser considerado como o melhor caminho a seguir", conclui Toya Mitchell.

Para consultar o estudo completo: http://store.mintel.com/us-black-haircare-market-report

AFP / Relaxnews
(Tradução: Maria Marques)


© 2017 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

A última edição da feira MakeUp no NewYork, o evento B2B dedicado à cadeia de valor da indústria de maquiagem, foi um grande sucesso, segundo os organizadores. O evento, realizado nos dias 11 e 12 de setembro de 2019 no Center415 na 5th Avenue, Manhattan, recebeu mais de 3.800 visitantes, com crescimento de 12% do número de visitantes (...)

+ informações
Palavra de especialista
Índia desponta como novo gigante do mercado de beleza

Asia Cosme Lab
Índia desponta como novo gigante do mercado de beleza

Graças ao crescimento de sua população jovem (atualmente a maior do mundo), ao aumento de sua classe média e à expansão do uso da internet tanto nas cidades como nas zonas rurais, a Índia está a um passo de se tornar o próximo gigante do mercado de beleza, seguindo o exemplo da China. A agência Asia Cosme Lab mergulhou no fascinante mercado (...)

+ informações

Seções