Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Mercados e tendências

Segundo a Cosmetify, Huda Beauty é a marca de beleza mais popular do mundo

A plataforma de comparação Cosmetify publicou seu índice trimestral atualizado, oferecendo um panorama do cenário mundial de beleza em 2019. Huda Beauty, Anastasia Beverly Hills, MAC Cosmetics, Yves Rocher e Florence by Mills encabeçam a lista das marcas mais queridas pelo público.

Segundo a Cosmetify, o primeiro lugar do ranking mundial de popularidade das marcas de cosméticos em 2019 ficou com a Huda Beauty, de Dubai.

Para estabelecer a classificação, a plataforma de comparação baseou-se em cinco critérios: o aumento do interesse demonstrado pelos consumidores, medido a partir de indicações do Google Trends; buscas efetuadas mensalmente sobre a marca em nível global; o número de hashtags e seguidores no Instagram; e a "taxa de engajamento" da marca na plataforma.

Com base nesses fatores, as dez marcas de beleza mais populares em 2019 são:

1. Huda Beauty
2. Anastasia Beverly Hills
3. MAC Cosmetics
4. Yves Rocher
5. Florence par Mills
6. Kylie Cosmetics
7. Jeffree Star Cosmetics
8. Rude Cosmetics
9. Maybelline
10. Foreo

Capitaneada por Huda Kattan, fundadora da empresa, a Huda Beauty registrou um sucesso fulgurante nos últimos seis anos. A marca transformou seu blog de beleza em um império com valor estimado em 1,2 bilhão de dólares em 2019. "A Huda Beauty aposta em uma atitude militante e num modelo feminino forte, em perfeita sintonia com as aspirações de hoje e dos próximos anos", explica a Cosmetify.

Huda Kattan foi também eleita a personalidade mais poderosa do mundo da beleza em 2019, à frente de Millie Bobby Brown e Kylie Jenner. Com cerca de 40 milhões de seguidores nas redes sociais, Huda é uma das pessoas mais influentes do Instagram, embolsando, segundo estimativas, cerca de 18 mil dólares por cada post patrocinado.

O relatório apresenta também as estrelas ascendentes do universo da beleza em 2019 (pessoas pelas quais os consumidores mostraram um interesse crescente em relação a 2018, segundo dados do Google Trends). Nessa categoria, os campeões são Kristen Ess, Jeffree Star e Ole Henriksen.

Voltando às marcas, a Cosmetify também estabeleceu uma classificação em função do número médio de buscas realizadas por mês no Google. Confira abaixo o ranking mundial das marcas mais procuradas:

1. Yves Rocher, (2.169.320)
2. The Body Shop (861.020)
3. Clinique (757.710)
4. Estée Lauder (600.280)
5. Maybelline (581.110)
6. Glossier (538.440)
7. Dove (450.000)
8. Kylie Cosmetics (434.650)
9. MAC (423.560)
10. Huda Beauty (395.690)

Naturalmente, os resultados variam muito de um país a outro. Por exemplo, em 2019 a Glossier é a marca de beleza preferida nos Estados Unidos; a Yves Rocher, marca francesa tradicional, ocupa o primeiro lugar no Canadá, na França, na Alemanha e na Rússia; a Maybelline, marca do Grupo L’Oréal, faz sucesso na América do Sul; já a The Body Shop, marca do Grupo Natura, é líder no Reino Unido, na Austrália, na África do Sul e na Arábia Saudita.

Além do mapeamento por país, o estudo analisa também as marcas mais seguidas no Instagram (Huda Beauty, MAC Cosmetics e Dolce & Gabbana), as que têm melhor engajamento (Florence by Mills, Merci Handy, Jeffree Star) e as mais tagueadas (Huda Beauty e Anastasia Beverly Hills).

O estudo completo da Cosmetify está disponível aqui.

V.G.
(Tradução: Maria Marques)

© 2019 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

A última edição da feira MakeUp no NewYork, o evento B2B dedicado à cadeia de valor da indústria de maquiagem, foi um grande sucesso, segundo os organizadores. O evento, realizado nos dias 11 e 12 de setembro de 2019 no Center415 na 5th Avenue, Manhattan, recebeu mais de 3.800 visitantes, com crescimento de 12% do número de visitantes (...)

+ informações
Palavra de especialista
Victoria's Secret ou o fracasso de um posicionamento conservador

Laurence Bacilieri
Victoria’s Secret ou o fracasso de um posicionamento conservador

O cancelamento do show da Victoria’s Secret não chegou a ser uma surpresa. Em maio, o jornal New York Times já havia revelado que o desfile não teria mais patrocínio para a transmissão pela televisão. "A Victoria’s Secret precisa se reinventar para crescer. Por isso, decidimos repensar o tradicional Fashion Show da marca e criar um evento (...)

+ informações

Seções