Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Empresas e indústria

"Clean Beauty não se limita a uma oposição entre ingredientes naturais ou sintéticos", afirma Pierre Miasnik, da Fiabila

Protagonista do mercado internacional de esmaltes para unhas, o grupo francês Fiabila desenvolve há vários anos uma política exemplar em matéria de ingredientes, com boas práticas que permeiam a concepção e a fabricação de seus produtos. Sua política extremamente exigente está em perfeita sintonia com as atuais tendências do mercado. Prova disso é que a Fiabila oferece aos clientes vários produtos que associam ingredientes de origem natural e inovação. Mas, para Pierre Miasnik, dirigente do Grupo, muitos estereótipos ainda prejudicam a percepção que se tem desses produtos. Confira a seguir o que ele diz.

Pierre Miasnik, Fiabila

Pierre Miasnik, Fiabila

Brazil Beauty News - O mercado de esmaltes também se rendeu à tendência dos cosméticos naturais?

Pierre Miasnik - Os cosméticos verdes são muito mais que uma tendência hoje em dia. Eles refletem um movimento estrutural, irreversível e universal, que afeta todas as categorias de cosméticos. Quanto mais jovem o consumidor, maior a sensibilidade a essas questões. A empresa já investiu muito em pesquisa e desenvolvimento nessa área. Um dos resultados é que, a partir deste ano, a Fiabila já oferece aos clientes um esmalte 100% natural. Em termos de expertise técnica, isso representa uma grande vitória.

O problema é que as resinas naturais não têm o mesmo desempenho que as resinas sintéticas. Por isso, oferecemos um esmalte que atende a todas as exigências das consumidoras em termos de cores, brilho, cobertura, secagem, durabilidade e aplicação, com 77% de ingredientes naturais, sem quaisquer substâncias problemáticas e com um plastificante de base biológica patenteado em 2010. Esse é mais um exemplo de um desafio tecnológico que a Fiabila conseguiu vencer.

Brazil Beauty News - Isso significa que o termo mais apropriado seria "clean product"?

Pierre Miasnik - Precisamos analisar as coisas de forma realista. Nosso objetivo é garantir a inocuidade dos produtos e, ao mesmo tempo, reduzir o impacto deles sobre o meio ambiente. Com isso em mente, não podemos ficar obcecados pela ideia de trabalhar exclusivamente com produtos naturais — por isso preferimos ampliar o conceito, usando a expressão "clean beauty" ou "produtos limpos". Cada vez mais, essa visão vem sendo adotada pelas marcas e, aos poucos, está também conquistando o espírito dos consumidores. Vejam, por exemplo, como esse movimento vem ganhando visibilidade, com a expansão do conceito clean beauty nos Estados Unidos e campanhas como as da The Detox Market e Credo Beauty.

Um produto sintético não é necessariamente "dirty" e, da mesma forma, um produto natural não é necessariamente "clean". Muitos ingredientes sintéticos não oferecem nenhum tipo de risco para o consumidor nem para o meio ambiente. Inversamente, algumas matérias-primas naturais são produzidas por métodos não sustentáveis, podendo inclusive ser nocivas à saúde. Não podemos assumir uma postura de rejeição total dos produtos sintéticos nem de otimismo incondicional em relação aos produtos naturais. E é justamente esse o interesse da noção de clean beauty, claramente expressa pela Credo Beauty na relação com seus clientes: "Os ingredientes sintéticos podem ser seguros e sustentáveis, enquanto os ingredientes naturais podem ser nocivos e não sustentáveis".

O mais importante é dispor de matérias-primas limpas que não representem nenhum tipo de risco, bem como de ferramentas de produção igualmente limpas. A questão das ferramentas, que nem sempre recebe a devida atenção, é um elemento mais complexo, que muitas vezes requer investimentos iniciais mais altos. Mas o ganho em termos de credibilidade vale a pena.

Brazil Beauty News - Que medidas a Fiabila tomou nessa área?

Pierre Miasnik - Em 2001, a Fiabila decidiu retirar de suas fórmulas todas as substâncias que representassem riscos, como formaldeídos, ftalatos, tolueno, etc., passando a trabalhar unicamente com matérias-primas limpas que ofereçam alto grau de pureza. Isso significa que nossas fábricas são isentas de traços de tolueno ou de formaldeídos.

Além disso, investimos somas consideráveis para evitar a contaminação cruzada e a poluição das matérias-primas com as quais trabalhamos. A partir de 2015, a Fiabila construiu, na França, nos Estados Unidos e no Brasil, unidades exclusivamente destinadas à produção de esmaltes. Todas são equipadas com sistemas de segurança e automação. Com isso, conseguimos garantir o alto nível de pureza das matérias-primas utilizadas e dos produtos que oferecemos aos clientes. Concretamente, a Fiabila aluga, de maneira permanente, seis reboques. Cada reboque é usado para o transporte de uma matéria-prima (resinas, solventes, plastificantes, etc.) e cada uma dessas matérias-primas dispõe de seu próprio sistema de armazenamento, bombeamento e circuito de canalização até os reatores de fabricação. Somos o único fabricante de esmaltes para unhas com plantas totalmente clean e dedicadas exclusivamente aos esmaltes, o que nos coloca numa posição muito à frente no mercado.

Para completar, continuamos investindo em P&D e avançando, por exemplo, no desenvolvimento de pigmentos naturais que, por enquanto, ainda não cobrem todo o espectro de cores desejado. Aliás, os laboratórios da fábrica de Maintenon, na França, estão sendo ampliados e em breve contarão com o dobro de superfície.

Brazil Beauty News - Em matéria de inovação, justamente, que novidades a Fiabila apresentou recentemente?

Pierre Miasnik - Em março último, por exemplo, lançamos durante o salão Prodigy um produto alternativo que substitui os esmaltes em gel permanente, mas sem as desvantagens do gel. Essa inovação foi realizada na mesma linhagem dos esmaltes Sun Prodigy, cuja fórmula patenteada tem como base o desenvolvimento de um oligômero inovador, capaz de se polimerizar na presença da luz do dia. A polimerização provoca o endurecimento físico, mas mantém a flexibilidade, como em um esmalte tradicional, proporcionando brilho e resistência durante até mais de uma semana. Embora os produtos já estejam começando a conquistar maiores fatias de mercado, as marcas ainda precisam fazer com que essa informação chegue melhor às consumidoras. Por outro lado, com base em uma das soluções mais inovadoras patenteadas pela empresa, produzimos uma fórmula inédita que apresenta taxa particularmente baixa de nitrosaminas originais, acrescida de um inibidor eficaz, também patenteado pela Fiabila.

Paralelamente, temos observado uma demanda crescente por produtos voltados para a saúde das unhas, por isso oferecemos uma linha completa de tratamentos que atendem a essa demanda. O principal desafio nesse segmento é oferecer produtos verdadeiramente eficazes.

O futuro aponta manifestamente para a adoção de soluções mais naturais, sustentáveis e renováveis. Nove anos atrás, registramos a patente de um plastificante natural. Este ano, criamos o primeiro esmalte 100% natural. Nossas pesquisas são claramente orientadas para soluções mais ecológicas, seguras, sustentáveis e responsáveis — mas sem assumirmos posições dogmáticas. Se não existirem alternativas naturais, seguras e sustentáveis a uma substância sintética limpa, optamos por manter essa solução sintética até encontrarmos um caminho melhor. Desse ponto de vista, os aplicativos como Yuka e Clean Beauty, ainda que não sejam perfeitos, têm um papel muito importante a desempenhar na educação do público e na luta contra o greenwashing, ou "lavagem verde".

Entrevista concedida a Kristel Milet e Vincent Gallon
(Tradução: Maria Marques)

Portfólio

© 2019 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
in-cosmetics retorna ao Brasil nos próximos 18 e 19 de setembro

in-cosmetics retorna ao Brasil nos próximos 18 e 19 de setembro

Quando se trata de beleza, o Brasil se tornou um criador de tendências na América Latina, graças à abundância dos recursos naturais e à propensão à inovação. Agora o quarto maior mercado do mundo, o país sediará a sexta edição da in-cosmetics Latin America, que acontecera em São Paulo os 18 e 19 de setembro de 2019. De acordo com a Euromonitor (...)

+ informações
Palavra de especialista
American Insights: As novas milionárias da beleza

Laurence Bacilieri
American Insights: As novas milionárias da beleza

Dizer que o mercado americano de beleza e cuidados pessoais está superaquecido - ou melhor, saturado - não é novidade nenhuma. Porém, um seleto grupo de pessoas tem conseguido remar contra a maré. Veja a seguir como algumas das mulheres mais ricas dos Estados Unidos conquistaram um sucesso fulgurante no setor de cosméticos. Serena (...)

+ informações

Seções