Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Embalagem e design

Aptar cria embalagem zero plástico com material reciclado para o batom recarregável da Lush

Signatária do Compromisso Global por uma Nova Economia do Plástico, promovido pela Fundação Ellen MacArthur, a Aptar desenvolve uma ambiciosa política ambiental. Com seu tubo "zero plástico" parcialmente fabricado com material reciclado, que a empresa criou para o novo batom recarregável e reciclável da Lush, a Aptar apresenta uma ilustração concreta dessa visão.

Produzido pela Aptar Reboul, empresa do Grupo Aptar especializada em embalagens de metal e mais particularmente em estojos para batons, o tubo é fabricado em alumínio e latão, com um detalhe: 40% desse material é reciclado. Ele não contém material plástico e foi desenvolvido para ser inteiramente recarregável e reciclável.

Para inserir o refil, primeiro é necessário remover a tira de cera preta situada na base e, em seguida, introduzi-lo com o auxílio do cursor. A bala do batom se encaixa e permanece no lugar até a próxima troca de refil.

"A cada ano, 800 a 900 milhões de estojos de batom são vendidos no mundo. A maioria desses tubos são de plástico ou contêm componentes derivados de plásticos — portanto, dificilmente podem ser reciclados. Segundo a Lush, isso representa 25 bilhões de peças descartadas, todos os anos, na Inglaterra [1]. Uma situação inadmissível na opinião da marca, que milita em favor de um consumo mais ético dos produtos cosméticos, e um desafio e tanto para a Aptar Reboul. Ambas precisaram buscar uma solução mais ecológica", explica a Aptar Beauty + Home.

Adquirida pela Aptar em 2018, a empresa Reboul conquistou renome com sua ampla expertise no processamento de metal (abrangendo desde a estamparia até o acabamento), na decoração de peças de metal e na montagem de produtos que envolvam diversos materiais. A Reboul é também especializada na confecção de mecanismos inovadores para batons.

"Ficamos conhecendo a Reboul no último salão PCD Paris. Ela é uma das duas únicas empresas do mundo a dispor da tecnologia e da experiência necessárias para fabricar nossos estojos nas quantidades desejadas", ressalta Lee Carpenter, da Lush Creative Packaging.

Em um cenário marcado pela busca de soluções mais sustentáveis por parte de todas as marcas, a Aptar Beauty + Home deu um passo à frente rumo à economia circular. A empresa já oferece diversas soluções adaptadas a diferentes categorias de produtos cosméticos: embalagens monomaterial que facilitam a reciclagem, utilização de plástico reciclado PCR (plástico pós-consumo), produtos recarregáveis, etc. Paralelamente ao desenvolvimento de embalagens ecológicas, a Aptar vem também promovendo mudanças em seus métodos de fabricação, a fim de reduzir ao máximo o impacto ambiental das operações.

"A Aptar está empenhada em um amplo trabalho de inovação. Mas falar de sustentabilidade só tem sentido se pudermos medir a redução do impacto ambiental. Por isso, a empresa fixou também metas concretas, como aumentar para 55% o uso de energias renováveis em suas fábricas até 2021", explica Jean-Jacques Ligny, vice-presidente de Global Marketing, Digital e Communications.

Vincent Gallon
(Tradução: Maria Marques)

Observações

[1Fonte: everydayplastic.org

Portfólio

© 2019 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
in-cosmetics retorna ao Brasil nos próximos 18 e 19 de setembro

in-cosmetics retorna ao Brasil nos próximos 18 e 19 de setembro

Quando se trata de beleza, o Brasil se tornou um criador de tendências na América Latina, graças à abundância dos recursos naturais e à propensão à inovação. Agora o quarto maior mercado do mundo, o país sediará a sexta edição da in-cosmetics Latin America, que acontecera em São Paulo os 18 e 19 de setembro de 2019. De acordo com a Euromonitor (...)

+ informações
Palavra de especialista
Solução vegan-friendly para um doce envelhecimento

Lipotec - Lubrizol
Solução vegan-friendly para um doce envelhecimento

Recebemos todos os dias notícias sobre o Aquecimento Global, e vemos imagens de suas consequências em todo o Planeta. O número de espécies de animais e plantas em perigo de extinção só aumenta e os governos ainda estão longe de promover leis que realmente ajudem a parar a mudança climática. Neste contexto, são os consumidores comuns que (...)

+ informações

Seções