Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Empresas e indústria

Natura lança linha de perfumes para a Europa e busca reforçar sua identidade global

A marca brasileira está lançando a coleção Collages, uma linha composta por oito fragrâncias e destinada aos mercados europeu e americano. O objetivo é oferecer, fora das fronteiras do Brasil, uma viagem olfativa pelo país. Roger Schmid, coordenador de Inovação Internacional do Grupo Natura & Co, que reúne atualmente três empresas (Natura Brasil, Aesop e The Body Shop), e Edouard Macquart-Moulin, diretor-geral da Natura Brasil France, fazem um balanço dos projetos de desenvolvimento da companhia.

Roger Schmid, Natura & Co - Photo : © Jean-Marc Lailheugue

Roger Schmid, Natura & Co - Photo : © Jean-Marc Lailheugue

Brazil Beauty News - Qual é o papel da coordenação de Inovação dentro do Grupo Natura & Co?

Roger Schmid - Nosso papel é estruturar um trabalho de pesquisa fundamental compartilhada entre a Natura Brasil, a Aesop e a The Body Shop, com base nas melhores práticas das três empresas. Cada uma dessas marcas é originária de países e culturas diferentes, com tudo o que isso representa como riqueza para o Grupo. No entanto, as três marcas têm também em comum uma bagagem de valores de respeito à natureza e ao ser humano, compartilhando o mesmo desejo de promover uma reflexão mais profunda sobre novas estratégias para reduzir o impacto ambiental e repensar os rituais de beleza. Precisamos criar uma nova geração de produtos e conscientizar o consumidor. Esses elementos vão ser implementados aos poucos, mas o modelo da Natura não busca unificar tudo. A identidade de cada marca deve ser preservada.

Brazil Beauty News - Como se diferenciar em um mercado onde a cada dia surgem novas marcas que se pautam nos mesmos valores de respeito ao meio ambiente?

Roger Schmid - Seria ótimo se essa visão ecológica dos cosméticos ganhasse cada vez mais adeptos! A Natura nunca procurou se diferenciar por seus valores com objetivos comerciais. Nossos valores são intrínsecos e não se limitam à questão da concorrência. O mantra da Natura é "Bem Estar Bem", e isso se traduz em um grande número de ações que vão muito além da fabricação de produtos cosméticos. Há alguns anos, obtivemos o certificado B Corp, que comprova o compromisso das empresas em favor do bem comum. Nosso trabalho segue os princípios de comércio justo e solidário nas relações com os povos da Amazônia, sempre respeitando as culturas e os saberes tradicionais da região. Desde 2007, a Natura é uma empresa "carbono neutro" e se empenha em favor de uma maior transparência e do princípio de ecodesign dos produtos. Um bom exemplo é a linha Ekos, que será relançada em meados do ano, tornando-se 100% vegana. Hoje ela já contém 50% de plásticos reciclados ou fabricados com matéria-prima renovável. Dentro de algum tempo, todas as nossas linhas de produtos seguirão esse modelo.

Deveríamos provavelmente divulgar mais amplamente todas essas iniciativas que envolvem também a proteção da biodiversidade, a transmissão de conhecimentos entre as populações locais, etc. Mas uma das características cultivadas pelo Grupo é também a modéstia.

Brazil Beauty News - Poderia falar um pouco sobre a nova coleção Collages e seus oito perfumes?

Roger Schmid - Seguindo a mesma filosofia de todos os demais produtos, ela contém álcool 100% orgânico derivado de cana-de-açúcar e apresenta embalagem reciclável, produzida com papelão de reúso. A coleção Collages foi lançada primeiramente nos Estados Unidos, onde temos duas lojas e um site de venda dos produtos. Em meados deste ano, a coleção estará disponível na França, carro-chefe da Natura na Europa. Esses perfumes não serão comercializados no Brasil, pois o preço unitário (85 euros) é alto para o público local. O objetivo dessa criação é, na verdade, convidar os consumidores de outros países a conhecer o Brasil, graças à inspiração e à percepção olfativa dos três perfumistas responsáveis pela coleção. Vejamos alguns exemplos: a fragrância Madeira Branca, com suas notas de madeira quente, pimenta e almíscar, evoca uma arquitetura intensa e moderna, como a de Niemeyer; já a fragrância Dom tem uma personalidade mais rude que lembra o gaúcho, com notas de vetiver, cipreste e almíscar. O Brasil é o país do perfume, por isso a Natura tem plena legitimidade para desenvolver essa categoria de produto na Europa.

Brazil Beauty News - Como o Grupo vê sua expansão na Europa e em outros continentes?

Edouard Macquart-Moulin - Não podemos esquecer que a Natura Brasil é líder do setor de cosméticos no mercado brasileiro e latino-americano graças às vendas diretas, modelo comercial tradicionalmente usado pela marca. Recentemente, a Natura abriu cerca de 30 lojas no Brasil. Esses pontos de venda se destinam a um outro perfil de clientes, portanto não fazem concorrência com a rede de conselheiras. Na França, inauguramos duas novas lojas há um ano, sem contar a loja do Marais. Atualmente, estamos dando um tempo para uma necessária avaliação, antes de programarmos a abertura de novas lojas, seja na França ou em outros países da Europa. Para completar as operações do site de vendas, estabelecemos uma série de parcerias em diversos canais on-line e off-line - Birchbox, Amazon, Printemps, Beauty Monop, etc.

Em relação ao desenvolvimento internacional da Natura Brasil, vamos nos pautar na experiência das outras marcas do Grupo (a The Body Shop está muito presente na Ásia, por exemplo), a fim de adaptar nosso modelo de distribuição à cultura e à maturidade dos mercados, mobilizando os canais mais eficazes localmente — vendas diretas, internet ou lojas.

Em linha com a estratégia de internacionalização da marca, o Grupo vem trabalhando na mudança de sua identidade visual: em junho que vem, os produtos e as lojas vão ganhar um novo design.

Entrevista concedida a Kristel Milet

Portfólio

© 2019 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

A última edição da feira MakeUp no NewYork, o evento B2B dedicado à cadeia de valor da indústria de maquiagem, foi um grande sucesso, segundo os organizadores. O evento, realizado nos dias 11 e 12 de setembro de 2019 no Center415 na 5th Avenue, Manhattan, recebeu mais de 3.800 visitantes, com crescimento de 12% do número de visitantes (...)

+ informações
Palavra de especialista
Tendência olfativa: o impacto de essências minerais

Aliénor Massenet
Tendência olfativa: o impacto de essências minerais

Substâncias sólidas, inorgânicas e cristalizadas, os minerais resultam de um processo geológico natural. No setor de perfumes, a mineralidade é um conceito subjetivo, pois não existe uma família mineral propriamente dita. Com facetas úmidas e salgadas, as notas minerais oferecem aos perfumistas uma nova maneira de expressar o frescor em suas (...)

+ informações

Seções