Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Empresas e indústria

Lançada para competir com importados, marca de biocosméticos Riô planeja 60 lojas próprias em cinco anos

Distribuídos pela Sephora, os produtos são elaborados com insumos naturais reproduzidos em laboratório.

A Riô é uma marca brasileira de biocosméticos criada para os consumidores que não abrem a mão da tecnologia e da eficácia prometida pelos produtos importados. Com uma vantagem: seus produtos foram desenvolvidos para atender às necessidades específicas dos brasileiros em sua rotina de cuidados pessoais.

Brumas hidratam e protegem a pele o ano todo

Brumas hidratam e protegem a pele o ano todo

Você já parou para pensar que muitos cosméticos importados talvez possam não ter o efeito esperado por conta das diferenças do clima, estilo de vida e tipos de pele típicos no Brasil?”, questiona Pedro Medicis Rocha, CEO da Riô. “Somos um país multicultural, privilegiado por sua riqueza de tons e tipos de pele e cabelo. Além desta diversidade, temos que lidar com questões naturais que afetam nosso dia-a-dia e nossa beleza”. A constante exposição ao sol, calor, vento, água salgada e até a maior frequência de banhos no país foram alguns dos fatores determinantes para a criação do conceito “tropical friendly” da empresa.

Um gel de banho formulado na Europa não é ideal para quem toma dois ou três banhos por dia. O nosso repõe a camada lipídica natural de proteção da pele que perdemos por tomar banhos excessivos”, exemplifica Rocha. “Da mesma forma, um hidratante americano não condiz com o verão brasileiro. Por isso nossa Bruma spray, feita para hidratar e proteger a pele o ano todo, tem toque seco, refrescante e rápida absorção”.

Em colaboração com conceituados laboratórios mundiais, os produtos Riô são elaborados com bioativos naturais. As matérias-primas extraídas da natureza são reproduzidas em laboratório, em um processo semelhante ao das células-tronco. “Isso é o que existe de mais seguro, pois os ativos são estáveis, testados e sustentáveis, já que não dependem de monoculturas extensivas. Eles também são mais eficazes, pois utilizam somente as moléculas que entregam os benefícios projetados em nossas fórmulas”, afirma a responsável técnica Sonia Corazza.

Os produtos são todos biodegradáveis e, segundo o CEO, estão livres de mais de 2000 substâncias potencialmente tóxicas, “mas ainda amplamente utilizada pela indústria cosmética”. Ele diz que a Riô adota as normas de sustentabilidade e segurança toxicológica estabelecidas pela norte-americana EWG (Environmental Working Group). “O padrão vai muito além do que é exigido pelos órgãos reguladores no Brasil e até mesmo nos EUA”, garante.

Com um investimento divulgado de R$ 25 milhões, a marca foi lançada em dezembro de 2018 tendo em seu portfólio 28 itens de cuidados com a pele e perfumaria. Além do e-commerce próprio, eles podem ser adquiridos com exclusividade nas lojas Sephora, “um canal de clientes exigentes e informados, que hoje só encontram em produtos importados a eficácia que buscam, além de segurança para sua saúde e para o meio-ambiente”, descreve Rocha.

A parceria com a multimarca de beleza é de longo prazo e deve se ampliar para diferentes países onde ela opera. Além disso, a Riô tem em seus planos a abertura de lojas próprias. São esperadas 60 unidades em um período de cinco anos, começando a partir do segundo semestre de 2020, quando o catálogo da marca já deve contar com 150 produtos.

Apesar dos planos de expansão, a empresa, que atualmente terceiriza toda sua produção, não almeja uma fábrica própria. “Nosso foco está em entender e suprir as necessidades de clientes que têm um estilo de vida tropical, urbano e contemporâneo. Qualquer coisa que nos tire deste foco, como construir e gerenciar uma fábrica, não faz parte de nossa estratégia”, finaliza o CEO.

Renata Martins

Portfólio

© 2019 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

A última edição da feira MakeUp no NewYork, o evento B2B dedicado à cadeia de valor da indústria de maquiagem, foi um grande sucesso, segundo os organizadores. O evento, realizado nos dias 11 e 12 de setembro de 2019 no Center415 na 5th Avenue, Manhattan, recebeu mais de 3.800 visitantes, com crescimento de 12% do número de visitantes (...)

+ informações
Palavra de especialista
Victoria's Secret ou o fracasso de um posicionamento conservador

Laurence Bacilieri
Victoria’s Secret ou o fracasso de um posicionamento conservador

O cancelamento do show da Victoria’s Secret não chegou a ser uma surpresa. Em maio, o jornal New York Times já havia revelado que o desfile não teria mais patrocínio para a transmissão pela televisão. "A Victoria’s Secret precisa se reinventar para crescer. Por isso, decidimos repensar o tradicional Fashion Show da marca e criar um evento (...)

+ informações

Seções