No Brasil, país que apresenta a maior variedade de tipos de cabelo em todo mundo, mais da metade da população feminina exibe os fios naturalmente cacheados. Mas nem sempre foi assim. Por quase duas décadas, as brasileiras viveram a “ditadura do liso”, se submetendo a processos químicos para alisar as madeixas.

De acordo com a L’Oréal Paris, esse cenário começou a mudar em 2017, quando o movimento pelo resgate do cabelo natural ganhou força no país. Para atender às consumidoras que iniciavam esse processo de transição capilar, a maior marca de beleza mundial lançou a linha Elseve Óleo Extraordinário Cachos no início de 2018.

Há muito tempo, a L’Oréal Paris só lança no Brasil o que é testado e aprovado pelas mulheres brasileiras. Mas, desde 2017, temos um Centro de Pesquisa e Inovação sediado no Rio de Janeiro – um dos oito da companhia no mundo – e isso nos traz muito mais conhecimento e desenvolvimento específico para o mercado nacional”, afirma Laura Parkinson, diretora da marca.

Agora, a L’Oreal Paris apresenta a linha Elseve Cachos Longos dos Sonhos, criada no Brasil para o público brasileiro. “Investigamos as maiores necessidades da mulher cacheada e uma das principais queixas é de que o ‘cabelo cacheado não cresce’. Claro, ele cresce, mas por causa da curvatura, esse crescimento não fica tão visível no comprimento”, diz a executiva. Ela explica que pelo formato, os cachos também dificultam que os nutrientes do couro cabeludo cheguem até as pontas, que ficam ressecadas e, por isso, muitas vezes são cortadas.

Gleice Damasceno é uma das embaixadoras da companhia

Gleice Damasceno é uma das embaixadoras da companhia

Com fórmula enriquecida com óleo de rícino e ácido hialurônico, o lançamento promete nutrição da raiz às pontas para cachos mais longos, fortes e definidos. “Criamos essa linha para evitar que a mulher cacheada tenha de cortar o cabelo, com uma tecnologia que salva até os últimos 3 cm dos cachos”, afirma Parkinson. Além de xampu, condicionador, máscara e creme para pentear, a coleção traz um creme 3 em 1, que pode ser usado para pentear, como tratamento ou super condicionador, e um creme noturno com efeito “anti-travesseiro”, que protege os fios do frizz causado pelo atrito com o travesseiro.

A L’Oreal Paris também apresenta novidades para o cuidado da pele com tendência à oleosidade, o tipo mais comum no Brasil. A marca Revitalift ganhou dois produtos, um gel de limpeza profunda e um gel-creme preenchedor antioleosidade, ambos combinando ácido hialurônico com ácido salicílico, para ação hidratante, antissinais, anti-inflamatória e de controle da oleosidade excessiva. Já à marca de fotoproteção Solar Expertise, foi acrescido um protetor facial antioleosidade, também com ácido salicílico na fórmula, e FPS 30 ou 60 – este último em versão sem e com cor, em três tons diferentes.
Neste momento, olhamos muito para a diversidade que temos no Brasil. Queremos abraçar essa diversidade, empoderar nossas consumidoras e trazer ainda mais representatividade para nossos produtos e a comunicação da marca, reforçando sempre nossa assinatura ‘Você Vale Muito’”, diz a diretora.

O time de embaixadoras da L’Oréal Paris presente no lançamento dos produtos transmite essa proposta de beleza inclusiva da multinacional francesa. Além da atriz Taís Araújo, porta-voz da marca há mais de uma década, nomes como Camilla de Lucas, Larissa Manoela e Gleici Damasceno participaram do evento realizado no início de setembro, no Rio de Janeiro.

Questionada se com esses novos produtos, pensados para o cabelo e a pele da mulher no Brasil, a L’Oréal Paris se tornava um pouco menos francesa para assumir mais uma identidade brasileira, Parkinson foi categórica ao negar. “Embora estejamos cada vez mais adaptados aos países onde atuamos, como acontece aqui no Brasil, nós somos uma marca francesa. Paris está no nosso nome e DNA e será sempre uma inspiração”, finaliza.