Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Empresas e indústria

Giovanna Baby investe em vendas em shoppings e linha premium para crescer mais de 30% neste ano

Presente em 5 mil pontos do varejo, a marca brasileira de cosméticos quer voltar a atingir os públicos A e B.

A Giovanna Baby foi inaugurada em 1972 como marca de roupas infantis. Uma fragrância desenvolvida em parceria com a Firmenich para aromatizar a loja em São Paulo chamou a atenção dos consumidores e logo passou a ser comercializada em forma de colônia. Sucesso de vendas, deu início a uma extensa linha de cuidados pessoais, mudando o ramo do negócio, que chegou a ter diversas lojas no Brasil e até em Nova York.

Adquirida pelo grupo Pro Nova – também detentor da Phytoervas – no início dos anos 2000, a empresa passou a atuar apenas no varejo, estando presente em cerca de 5 mil pontos de vendas. Há pouco mais de um ano, uma nova guinada na companhia, que abriu uma loja conceito, passou a investir em quiosques em shoppings centers e lançou uma linha premium, com colônias, artigos para corpo e cabelo e produtos para casa. O objetivo é voltar a atender os públicos A e B e crescer pelo menos 30% em 2019.

Glaucia Grasselli, gerente de marketing da Giovanna Baby

Glaucia Grasselli, gerente de marketing da Giovanna Baby

Em entrevista ao Brazil Beauty News, a gerente de marketing Glaucia Grasselli fala sobre esta nova estratégia e as expectativas para o futuro da Giovanna Baby.

Brazil Beauty News – A Giovanna Baby foi lançada como uma marca de roupas infantis. Como ocorreu a transição para o mercado de cosméticos?

Glaucia Grasselli – Quando a Giovanna Baby nasceu, há mais de 40 anos, o portfólio consistia em roupas e acessórios infantis. Para perfumar a loja, instalada nos Jardins, em São Paulo, foi criada uma delicada fragrância, que ganhou o coração dos consumidores e logo, uma versão colônia. Surgia assim o primeiro cosmético da marca, a Colônia Classic, que foi seguida por outros produtos desenvolvidos com a mesma fragrância.

Brazil Beauty News - A empresa chegou a ter muitas lojas e expandiu até para fora do Brasil. O que ocasionou o fechamento das unidades?

Glaucia Grasselli – Quando o grupo Pro Nova (na época, Nasha) comprou a marca, há 18 anos, o objetivo era expandir os canais de distribuição e aumentar o portfólio de produtos. Desta forma, as franquias e lojas próprias não foram prioridade.

Brazil Beauty News - A Giovanna Baby se reposicionou no mercado, partindo para vendas no varejo. O que representou essa mudança na trajetória da empresa?

Glaucia Grasselli – A marca passou a ter seus produtos vendidos no varejo tradicional, ganhando espaço e participação em gôndolas de farmácias, perfumarias, supermercados e atacados. Isso permitiu o acesso de públicos diversos que até então não consumiam a marca. Também ampliamos a linha de produtos com segmentos importantes para cuidados pessoais, como desodorantes, loções e géis higienizantes para as mãos, além de novas fragrâncias. Essas mudanças nos possibilitaram ser mais frequentes nas cestas de cuidados básicos dos consumidores.

Brazil Beauty News - No final de 2017, a marca abriu uma loja conceito e quiosques em shoppings de São Paulo. Qual é a expectativa de retornar aos pontos próprios de venda?

Glaucia Grasselli – Dois fatores motivaram a empresa. O primeiro é voltar a atingir os públicos A e B, que já foram consumidores fiéis da marca e não estão inseridos nos canais de distribuição do varejo tradicional. O outro é ampliar a exposição da marca, fazendo com que esteja presente novamente no dia-a-dia dessas pessoas. Além da própria estratégia de aumento das vendas, a loja conceito e os quiosques são importantes veículos de comunicação para a marca.

Brazil Beauty News - Outra novidade da Giovanna Baby é o lançamento de uma linha premium. Ela também visa o objetivo de focar nos públicos A e B ?

Glaucia Grasselli – Sim. O lançamento da linha GB Premium marca o reencontro da empresa com seus consumidores dos anos 1980 e 1990, quando ela tinha um posicionamento premium. A nova linha traz sofisticação em produtos para cuidados pessoais e também para a casa, com velas e aromatizadores de ambientes.

Brazil Beauty News - Quais são as perspectivas da Giovanna Baby para 2019?

Glaucia Grasselli – Neste ano, queremos aumentar o número de clientes e pontos de vendas. Hoje, estamos em cerca de 5 mil PDVs e ainda enxergamos potencial para crescer muito no varejo. Também temos planos de abertura de novos quiosques em São Paulo e iniciamos estudos para o interior e outros estados. Em 2019, estão previstos mais de 100 lançamentos, ampliando o portfólio atual de 160 produtos, e nosso crescimento projetado é superior a 30%.

Renata Martins

Portfólio

© 2019 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

A última edição da feira MakeUp no NewYork, o evento B2B dedicado à cadeia de valor da indústria de maquiagem, foi um grande sucesso, segundo os organizadores. O evento, realizado nos dias 11 e 12 de setembro de 2019 no Center415 na 5th Avenue, Manhattan, recebeu mais de 3.800 visitantes, com crescimento de 12% do número de visitantes (...)

+ informações
Palavra de especialista
Índia desponta como novo gigante do mercado de beleza

Asia Cosme Lab
Índia desponta como novo gigante do mercado de beleza

Graças ao crescimento de sua população jovem (atualmente a maior do mundo), ao aumento de sua classe média e à expansão do uso da internet tanto nas cidades como nas zonas rurais, a Índia está a um passo de se tornar o próximo gigante do mercado de beleza, seguindo o exemplo da China. A agência Asia Cosme Lab mergulhou no fascinante mercado (...)

+ informações

Seções