Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Empresas e indústria

Esmaltes: Fiabila rebate velhos clichês

Com a presença cada vez maior de produtos ecológicos no universo dos cosméticos, o segmento de esmaltes para unhas é alvo frequente de críticas. Entretanto, o produto dessa indústria, aparentemente inalterável, passou por uma série de revoluções tecnológicas e, a exemplo das outras categorias, abriu suas portas aos ingredientes naturais e vegetais. Para os principais produtores, empenhados em respeitar as melhores práticas, essa evolução foi reforçada, sobretudo na França, por investimentos significativos que buscam garantir a preservação do meio ambiente. O grupo francês Fiabila, número 1 mundial do setor de esmaltes, implementa há dez anos uma política de inovação que se traduz tanto no uso de ingredientes naturais como nos processos de produção. Alexandre Miasnik, diretor-geral da empresa, passa em revista as falsas ideias que circulam sobre o setor.

Alexandre Miasnik, diretor-geral da Fiabila (Foto: Courtesy of (...)

Alexandre Miasnik, diretor-geral da Fiabila (Foto: Courtesy of Fiabila)

Premium Beauty News - Com o uso crescente de aplicativos para identificar os ingredientes que entram na composição dos produtos, a maioria das consumidoras parece acreditar que um esmalte tradicional contém necessariamente substâncias nocivas. O senhor diria que há ou não um risco?

Alexandre Miasnik - A legislação europeia, que por sinal é a mais rigorosa do mundo, garante a proteção dos consumidores contra os produtos que contenham substâncias nocivas. A recente proibição do uso de formaldeído e de alguns ftalatos é um bom exemplo. Esse mesmo princípio é aplicado pela Fiabila mundialmente, há mais de 20 anos, a todos os produtos que ela fornece aos clientes, seja qual for o país em que eles estejam e independentemente da legislação local.

Mas, para levar ainda mais longe a oferta de produtos "limpos", também eliminamos de nossas fórmulas os ingredientes sujeitos a controvérsia, como o tolueno e a cânfora, supostamente alergênicos, embora sejam autorizados pela legislação.

Para completar, nossos laboratórios são equipados com maquinário de alto desempenho, a fim de garantir a pureza das matérias-primas utilizadas e recebidas, lote por lote.

Premium Beauty News - Um esmalte natural é "limpo" por definição?

Alexandre Miasnik - Como em todos os segmentos do setor de cosméticos, muitas vezes a analogia entre "natural" e "clean" pode induzir em erro. Certas substâncias naturais podem ser produzidas de forma não sustentável ou ter o potencial de provocar alergias, como algumas resinas de coníferas e alguns óleos essenciais. Inversamente, um produto sintético que resulte de processo bioquímico pode ser perfeitamente seguro e sustentável.

A Fiabila conseguiu desenvolver uma fórmula de esmalte 97% natural. No entanto, para obter um nível de durabilidade e brilho capaz de competir com os esmaltes "tradicionais", oferecemos versões ecológicas do produto com até 85% de ingredientes de origem natural. Portanto, esses esmaltes aliam características naturais e total segurança para as consumidoras.

Premium Beauty News - Os esmaltes podem obter um selo de produto orgânico ou vegano?

Alexandre Miasnik - Atualmente, não existem selos orgânicos para os esmaltes de unhas. Em compensação, a Fiabila oferece fórmulas 100% veganas, sem nenhum ingrediente de origem animal, inclusive na composição dos pigmentos. Em conformidade com as normas europeias, nenhum cosmético do nosso catálogo é testado em animais.

Premium Beauty News - Dizem que a fabricação de esmaltes é um processo extremamente nocivo para o meio ambiente...

Alexandre Miasnik - Cada fabricante assume os compromissos que considera importantes. No caso da Fiabila, investimos em equipamentos de produção com circuitos fechados que reduzem ao máximo a evaporação de solventes. Esses equipamentos estão disponíveis tanto na França como nos Estados Unidos e no Brasil. Os resíduos da produção também foram reduzidos em um terço nos últimos quatro anos. Somos o único fabricante de esmaltes no mundo a ter instalações desse tipo.

Premium Beauty News - É verdade que o segmento de esmaltes não é muito chegado a inovações?

Alexandre Miasnik - A Fiabila destina grande parte de seus investimentos à inovação. Realizamos um trabalho considerável de P&D, com uma equipe de 40 profissionais. Recentemente, nossos laboratórios foram ampliados e hoje dispõem de uma área duas vezes maior. As fórmulas são constantemente aprimoradas, sobretudo com o desenvolvimento de soluções seguras e de longa duração, ou com pigmentos naturais.

Para ilustrar essa política, o laboratório desenvolveu recentemente uma tecnologia patenteada com base em um oligômero inovador, capaz de se polimerizar na presença da luz do dia. A polimerização provoca o endurecimento físico, mas mantém a flexibilidade, como em um esmalte tradicional, proporcionando brilho e resistência durante até mais de uma semana.

Adaptamos essa tecnologia às lâmpadas de LED, oferecendo assim uma alternativa aos esmaltes semipermanentes aplicados em institutos, cuja durabilidade pode chegar a duas semanas. Tudo isso sem o uso de monômeros e com a possibilidade de retirar o esmalte em casa, usando um removedor normal.

Mais informações: www.fiabila.com

Entrevista concedida a Kristel Milet
(Tradução: Maria Marques)


Portfólio

© 2020 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
A feira Luxe Pack New York adiada para setembro

A feira Luxe Pack New York adiada para setembro

Diante da propagação do novo coronavírus (COVID-19) em Nova York e nos Estados Unidos, os organizadores da feira Luxe Pack New York divulgam o adiamento do evento para 15 e 16 de setembro. O local permanece inalterado: Jacob K. Javits Convention Center (Hall 1B). Com essas novas datas, o evento será quase concomitante com o MakeUp in (...)

+ informações
Palavra de especialista
Reinvenção radical: Quebrando com a próxima década de beleza

Cosmetics Inspiration & Creation
Reinvenção radical: Quebrando com a próxima década de beleza

A beleza é uma indústria em constante mudança. No entanto, algumas delas causam mais impacto que outras. Quanto mais a sociedade muda, mais essas alterações entram em cascata no mercado de beleza. Durante o último seminário MAD Cosmetics Innovations organizado pela Premium Beauty News em Paris, Leila Rochet, fundadora do Cosmetics (...)

+ informações

Seções