Evonik ganhou o Functional Ingredient Gold Award na in-cosmetics Global...

Evonik ganhou o Functional Ingredient Gold Award na in-cosmetics Global 2018

Com 773 fornecedores exibindo seus ingredientes mais recentes, a edição de 2018 do evento atraiu 9.392 visitantes únicos, 7% mais do que o show do ano passado em Londres.

Entre os temas mais abordados pelos fornecedores de ingredientes, a microbiota foi o líder absoluto, figurando como fio condutor de pesquisas que buscam um melhor equilíbrio e diversidade dos organismos que a formam. A Silab, inspirando-se na microbiota do néctar de flores, criou o Ecobiotys, que contribui para regular a microbiota de peles maduras. A Lipotec, por sua vez, lançou o Fensebiome, que estimula a síntese dos melhores nutrientes para a pele e aumenta a diversidade microbiana. A Seppic, com o Equibiome, decidiu focar especificamente em duas cepas microbianas e regulá-las. Outros fabricantes, como Evonik, Greentech, Phenbiox e Rahn, também apresentaram novidades em torno da microbiota – algumas para melhorar a função barreira cutânea, outras para atuar como seborregulador ou ainda para dar à pele um aspecto mais radiante.

A questão do efeito da luz azul das telas sobre a pele também teve destaque como uma das maiores preocupações dos profissionais do setor de cosméticos. A partir de um estudo desenvolvido com o objetivo específico de caracterizar a luz emitida pelas telas – composta majoritariamente por três comprimentos de onda (azul, vermelho e verde) –, a Gattefossé lançou o EnergiNius, princípio ativo que contribui para lutar contra esse tipo de estresse ambiental. Paralelamente, a Solabia (com o Blueshield) e a Lipotec (com o Lumicease) optaram por oferecer soluções para proteger as opsinas contra os distúrbios provocados pela exposição à luz azul.

O salão mostrou também que o desenvolvimento sustentável continua sendo uma questão central para a indústria de cosméticos. Um bom exemplo são as iniciativas em favor da valorização de subprodutos provenientes de outras indústrias, que têm inspirado novas linhas de ingredientes. Biolie, BioNap, Cosun e Boréaline são algumas das empresas que estão apostando nesse segmento. Aliás, o desenvolvimento de uma cadeia de abastecimento sustentável é atualmente uma das maiores preocupações da indústria, bem como o empenho para tornar os ingredientes químicos mais biodegradáveis. A Seppic, por exemplo, lançou o Sepilife Nude, ingrediente funcional polimérico que apresenta 45% de biodegradabilidade em 28 dias – um grande passo rumo a uma maior preservação do meio ambiente.

A proposta do salão in-cosmetics é também a de ser um espaço para o lançamento de novos conceitos de formulação. A Gattefossé, por exemplo, apresentou três produtos diferentes para atender às gerações XYZ: um creme para combater manchas cutâneas, um creme noturno e um blush em stick. Já a Seppic decidiu apostar em soluções adaptadas à prática de exercícios, lançando uma linha composta por seis produtos. Para completar, a IFF Lucas Meyer ampliou ao máximo as fronteiras da formulação, apresentando produtos com níveis extremos de óleo, perfume e álcool.

Naturalps ganhou o Formulation Challenge na in-cosmetics 2018

Naturalps ganhou o Formulation Challenge na in-cosmetics 2018

Em 2019, o salão será realizado em Paris, de 2 a 4 de abril.