Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Embalagem e design

"Agilidade, cuidados da pele e Ásia são prioridades para atender aos novos anseios do mercado mundial de embalagens para cosméticos", afirma Tristan Farabet, Grupo Pochet

Com o anúncio da venda da Qualipac à PSB Industries, o Grupo Pochet pretende focar na produção de frascos de vidro, setor em que atua desde a sua fundação. Em um cenário de profundas transformações no mercado, a empresa, que em breve festejará 400 anos de existência, deseja oferecer soluções aos novos anseios de um setor marcado pelo peso cada vez maior da Ásia e pela crescente importância da categoria de cuidados da pele para o crescimento do mercado de beleza. Leia, na entrevista a seguir, as explicações de Tristan Farabet, diretor-geral da empresa.

Tristan Farabet, diretor-geral do Grupo Pochet

Tristan Farabet, diretor-geral do Grupo Pochet

Premium Beauty News - A notícia da venda da Qualipac, divisão de plásticos e metal que o Grupo Pochet criou e vinha pacientemente consolidando desde 1991, caiu como uma bomba no pequeno universo das embalagens de luxo. O comunicado menciona um "ambiente em plena transformação". Poderia nos falar um pouco mais sobre isso?

Tristan Farabet - Não é segredo nenhum que o mercado de embalagens para o setor de cosméticos de luxo vem passando por profundas mudanças. Em primeiro lugar, é um mercado cada vez mais dependente da categoria de cuidados da pele, que hoje representa 40% do mercado mundial e responde por 60% de seu crescimento, contrastando com o mercado de perfumes, que vem desacelerando. Além disso, é um mercado cujo centro de gravidade vem se deslocando para a Ásia. Ao mesmo tempo, a crescente pressão dos desafios ambientais requer investimentos consideráveis. Por fim, a empresa não pode correr o risco de perder o trem da evolução das tecnologias de produção 4.0, que estão levando a inteligência artificial para dentro das fábricas.

Tudo isso vai exigir recursos imensos, principalmente porque os anseios dos clientes também estão evoluindo em ritmo acelerado, em particular com a crescente demanda de personalização por parte dos consumidores e a importância cada vez maior das indie brands. Todos esses fatores exigem da empresa maior agilidade.

São transformações que oferecem muitas oportunidades, mas que também necessitam adaptações e investimentos significativos. Graças à reconfiguração do Grupo, poderemos destinar mais meios e recursos a cada atividade, a fim de oferecer soluções aos desafios dos nossos clientes.

Premium Beauty News - As questões relativas ao futuro do plástico como material para embalagens pesaram nessa decisão?

Tristan Farabet - O plástico é um material que continuará presente nas embalagens e na indústria de amanhã. Mas, também nesse setor, serão necessários investimentos maciços para vencer os desafios do futuro, principalmente no plano ambiental. Já podemos observar uma concentração cada vez maior de empresas que buscam desenvolver massa crítica suficiente para absorver os custos de pesquisa e desenvolvimento previstos.

Premium Beauty News - A Pochet está voltando às origens, focando sua atuação principalmente na produção de vidros. Isso significa inaugurar uma nova fase de diversificação, de caráter geográfico, em vez de ser baseada em diferentes segmentos de mercado?

Tristan Farabet - A história do Grupo Pochet se estende por quase quatro séculos. Ao longo dessa extensa trajetória, o Grupo muitas vezes teve que seguir as evoluções do mercado, adaptando sua estratégia e seu raio de atuação. Nas últimas décadas, por exemplo, o Grupo adquiriu participação no capital da Cristalleries Saint Louis, mas revendeu sua participação em 1994, ano em que comprou o fabricante de vidros Lalique que, por sua vez, foi revendido em 2008. Em 1991, foi criada a Qualipac, com o objetivo de atender à necessidade de integração horizontal e oferecer melhores serviços aos clientes.

O Grupo Pochet sempre soube gerenciar e adaptar sua carteira de atividades, e foi essa capacidade de adaptação que garantiu sua continuidade. Hoje, nosso objetivo inicial é reforçar a divisão de frascos por meio de uma estratégia de investimentos rápidos: transição para o modo de produção 4.0, ampliação da oferta para o mercado de cuidados da pele, maior mobilização na área de RSE com o desenvolvimento de novas soluções ecologicamente responsáveis, diminuição das emissões de CO2, etc.

Mas vamos também explorar todas as oportunidades de crescimento. E entre os elementos mais importantes dessa reflexão está a diversificação geográfica das nossas operações. Desse ponto de vista, a Ásia é um tema central de reflexão.

Para completar, vamos estudar as expectativas do mercado em segmentos afins, para ver em que medida nossa expertise e nosso diferencial podem oferecer soluções úteis a essas indústrias. Uma reflexão análoga merece ser feita em relação às tecnologias emergentes.

Premium Beauty News - A estratégia que consiste em ter uma estrutura centralizada com uma oferta multimateriais é página virada ou será mantida por meio de cooperações com a PSB Industries?

Tristan Farabet - Mais que uma estratégia, a oferta completa de produtos para os clientes corresponde a uma necessidade real. Com ela, podemos atender melhor as marcas menos especializadas e reduzir os prazos. Mas isso não significa necessariamente que sejamos nós mesmos os fabricantes de todos os componentes da embalagem. O resultado pode ser obtido por meio de parcerias, segundo um modelo sólido de trabalho em ecossistema.

Premium Beauty News - E como fica a Solev dentro dessa nova organização?

Tristan Farabet - A Solev continua sendo uma filial do Grupo. Suas operações e tecnologias de ponta atendem não somente o Grupo, como também outros clientes. Tanto para a Solev como para os demais setores da empresa, estamos ampliando a margem de manobra e gerando maior capacidade de investimento.

Premium Beauty News - Parte desses investimentos é destinada a soluções para questões relacionadas ao meio ambiente?

Tristan Farabet - Nos dias de hoje, esse tema é primordial para toda a indústria. O Grupo dispõe de várias frentes de atuação nessa área. Em primeiro lugar, tudo o que diz respeito aos processos de produção. A título de exemplo, conseguimos reduzir em 29% a emissão de gases de efeito estufa por produto. Da mesma forma, conseguimos diminuir em 60% o consumo de água por tonelada de vidro que produzimos. Na Solev, graças aos investimentos realizados em 2018-2019 para o tratamento de compostos orgânicos voláteis, foi possível reduzir as emissões em 80%. A empresa vai manter seu empenho nessa direção.

A segunda frente de atuação é o próprio produto. Nessa área, o objetivo é desenvolver produtos mais sustentáveis. Foi o que fizemos, por exemplo, com o SEVA, primeiro vidro com alto padrão obtido a partir de uma cadeia de reciclagem especializada, que processa unicamente frascos de perfumes. O resultado é um vidro reciclado de alta qualidade, que não requer nenhum tipo de tratamento.

Graças a todas essas ações, conquistamos a medalha de ouro da EcoVadis pelo conjunto de nossas atividades (Pochet du Courval, Qualipac et Solev). E temos a firme intenção de continuar trilhando o caminho da excelência.

Premium Beauty News - Como a Pochet fará a transição para o modelo de produção industrial 4.0?

Tristan Farabet - Pretendemos digitalizar novos setores da cadeia de produção. Nosso principal desafio é a maneira como coletamos as informações em todas as etapas da cadeia e, em seguida, como processamos e utilizamos essas informações para otimizar e consolidar melhor os processos. Entre outras vantagens, isso pode nos ajudar a prever certas problemáticas antes mesmo que elas surjam, reduzindo o volume de material descartado. As possibilidades são imensas, e temos muito trabalho pela frente.

Entrevista concedida a Vincent Gallon
(Tradução: Maria Marques)

Portfólio

© 2020 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
A feira Luxe Pack New York adiada para setembro

A feira Luxe Pack New York adiada para setembro

Diante da propagação do novo coronavírus (COVID-19) em Nova York e nos Estados Unidos, os organizadores da feira Luxe Pack New York divulgam o adiamento do evento para 15 e 16 de setembro. O local permanece inalterado: Jacob K. Javits Convention Center (Hall 1B). Com essas novas datas, o evento será quase concomitante com o MakeUp in (...)

+ informações
Palavra de especialista
Celebridades e marcas de beleza: como brilhar sem queimar o filme?

Rosalia Di Gesu
Celebridades e marcas de beleza: como brilhar sem queimar o filme?

A ascensão das marcas de beleza lançadas por celebridades em 2019, na esteira do bem-sucedido modelo da Fenty Beauty, criada pela cantora Rihanna, é uma perfeita ilustração do quanto nossa cultura é obcecada pela fama. Mas será que os inovadores produtos lançados por celebridades globais conseguem seduzir o consumidor esclarecido? Em (...)

+ informações

Seções