O novo princípio ativo, cuja patente está em fase de registro, apresenta, por um lado, propriedades cosméticas anti-idade; por outro lado, ação fixadora de longa duração, proporcionando uma experiência mais positiva aos usuários de perfumes.

A Givaudan Active Beauty criou o Vetivyne com o reaproveitamento de raízes...

A Givaudan Active Beauty criou o Vetivyne com o reaproveitamento de raízes de vetiver obtidas de matérias-primas usadas na fabricação de perfumes.

Os cientistas e especialistas em desenvolvimento sustentável da Givaudan descobriram o Vetivyne ao utilizarem um extrato hidrossolúvel de raízes de vetiver do Haiti, produto que resulta do procedimento de extração de óleo de vetiver destinado à fabricação de perfumes. O ingrediente cosmético obtido por esse método é inteiramente natural, concentrado e inodoro. Os testes clínicos realizados com o ativo revelaram benefícios dermatológicos significativos. "Graças a sua ação sobre os lipídios da pele, o Vetivyne contribui para melhorar a hidratação e a elasticidade cutânea, eliminando as linhas de expressão", explica a empresa.

Mas isso não é tudo: pelo fato de melhorar a fixação de perfumes, o Vetivyne representa um traço de união entre dois universos: cosméticos e perfumes.

"Acreditamos muito no potencial das sinergias entre o mundo da beleza e o mundo dos perfumes. O Vetivyne ilustra as numerosas possibilidades geradas pela criação de ingredientes inovadores e revolucionários, que contribuem para cumprirmos nosso compromisso de oferecer aos usuários produtos que sejam não somente eficazes, como também naturais e sustentáveis", ressalta Laurent Bourdeau, diretor da Givaudan Active Beauty.

Em relação à sustentabilidade, o reaproveitamento de subprodutos resultantes da fabricação de perfumes reduz o desperdício e diminui o impacto ambiental da empresa, em sintonia com os compromissos assumidos por ela. Há vários anos, a Givaudan presta apoio a uma cooperativa do Haiti que produz raízes de vetiver por meio de seu programa "Abastecimento em favor do Compartilhamento de Valor Agregado". As raízes de vetiver têm certificação ECOCERT (ESR), selo de comércio solidário e ecológico.