Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Ingredientes e fórmulas

Symrise oferece aos perfumistas alguns dos preciosos tesouros de Madagascar

Instalada desde 2006 em Madagascar, que concentra 80% da produção mundial de baunilha, a Symrise inaugurou, em 2014, uma unidade de extração nessa grande ilha do Oceano Índico. Graças a essa atuação local e aos sólidos laços estabelecidos com os agricultores da região de Sava, a empresa alemã conseguiu ampliar o leque de produção local de suas excepcionais matérias-primas naturais, em particular para o setor de perfumes finos.

Entre os principais ingredientes cultivados pela Symrise em Madagascar, estão especiarias como baunilha e canela, típicas da região, bem como gerânio, capim-limão, folha de aroeira-vermelha e ylang-ylang. Recentemente, novas matérias-primas entraram para a lista de ingredientes produzidos localmente pelo Grupo: gengibre, vetiver, pimenta-preta fresca e mandarina.

Suzy Le Helley, perfumista da Symrise (Foto : Symrise)

Suzy Le Helley, perfumista da Symrise (Foto : Symrise)

"Existe uma ampla diversidade de climas na ilha de Madagascar. Os solos são extremamente férteis, possibilitando a cultura de um grande número de plantas condimentares e de espécies próprias à fabricação de perfumes. Para diversificar nosso leque de insumos naturais, incentivamos a rede de agricultores a diversificar a produção fora dos períodos sazonais de plantio de baunilha", explica Suzy Le Helley, perfumista da Symrise.

Ao longo dos anos, a empresa alemã construiu relações sólidas com centenas de agricultores, principalmente na região de Sava, nos arredores de Sambava, província de Antsiranana (anteriormente conhecida como Diego-Suarez). Nessa região, situada na parte nordeste da ilha de Madagascar, desenvolveu-se um importante polo de cultivo de baunilha. A Symrise oferece a esses parceiros uma fonte de renda estável, bem como plano de saúde e capacitação sobre certificação de florestas tropicais, reflorestamento e boas práticas agrícolas. Graças a essas iniciativas, os agricultores dispõem de fontes de renda no curto e longo prazo e adquirem técnicas para melhorar a produtividade das terras de forma sustentável.

Recentemente, quatro novas substâncias naturais malgaxes entraram para o catálogo de ingredientes fornecidos pela Symrise:

- Essência de gengibre. A qualidade excepcional do gengibre de Madagascar, cultivado na região de Sava em condições climáticas ideais, é mundialmente reconhecida. A Symrise oferece duas variedades do produto: o gengibre fresco, destilado em suas instalações de Madagascar, e o gengibre seco, que passa por um processo de extração de CO2 na Alemanha, no âmbito de um programa de resíduo zero em que os subprodutos obtidos são reutilizados pelo setor de cosméticos.

- Essência de mandarina. Graças à grande quantidade de mandarineiras presentes em Madagascar e à utilização de um método ancestral desenvolvido na ilha da Sicília, na Itália, a Symrise consegue produzir uma substância de altíssima qualidade. A técnica, conhecida como "esponja", é inteiramente manual: a mandarina fresca é cortada pela metade, e a polpa da fruta é retirada em uma bacia com água. Em seguida, com um movimento de rotação, a casca é prensada várias vezes contra um funil, por onde a essência escorre gota por gota. Após a decantação, obtém-se uma substância extremamente fina na garrafa de vidro que serve de recipiente. Contrariamente ao que muitas vezes ocorre no caso de extração mecânica, com esse método o odor natural não sofre nenhum tipo de alteração.

- Vetiver Coração. Depois de lançar, em 2019, um óleo essencial de vetiver, a Symrise desta vez oferece um produto mais complexo, obtido por um processo que tem início em Madagascar com a extração por etanol; em seguida, a substância é lavada e retificada na fábrica da Symrise em Holzminden, Alemanha, a fim de conservar exclusivamente o "coração", ou seja, a parte mais nobre do ingrediente.

- Essência de pimenta-preta fresca. Em vez de utilizar as tradicionais bagas secas, o óleo de pimenta-preta fresca da Symrise é obtido por destilação dos frutos de plantas com três anos de idade. O processo, realizado diretamente em Madagascar, utiliza bagas verdes que atingem a maturidade. As bagas são trituradas ainda frescas e o produto é em seguida destilado. A Symrise obtém assim uma nota inédita, mais verde e crocante que a pimenta-preta tradicional, geralmente semelhante à pimenta utilizada em culinária.

Vincent Gallon
(Tradução: Maria Marques)

Portfólio

© 2020 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
A feira Luxe Pack New York adiada para setembro

A feira Luxe Pack New York adiada para setembro

Diante da propagação do novo coronavírus (COVID-19) em Nova York e nos Estados Unidos, os organizadores da feira Luxe Pack New York divulgam o adiamento do evento para 15 e 16 de setembro. O local permanece inalterado: Jacob K. Javits Convention Center (Hall 1B). Com essas novas datas, o evento será quase concomitante com o MakeUp in...

+ informações
Palavra de especialista
Exposoma: Uma nova abordagem para a saúde e beleza dos cabelos

Grupo Greentech
Exposoma: Uma nova abordagem para a saúde e beleza dos cabelos

Devido à diversidade de estresses ambientais (exposição solar, poluição exterior e interior), ao enorme engajamento do brasileiro a tratamentos capilares, e considerando o Exposoma nesta região do globo, é essencial fornecer ao público consumidor local soluções eficazes para a saúde e beleza capilar. O Grupo Greentech, representado por sua...

+ informações

Seções