Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Ambiente

L’Oréal e Beiersdorf estão entre as poucas empresas a agir contra o desmatamento, conclui a CDP

A L’Oréal foi apontada como uma das empresas que mais se empenham em favor da sustentabilidade da cadeia de abastecimento de óleo de palma. A gigante de cosméticos ganhou destaque, juntamente com a fabricante alemã de bens de consumo Beiersdorf AG, em um recente relatório sobre sustentabilidade publicado pela CDP, organização ambiental sem fins lucrativos. O objetivo do relatório é apresentar uma análise da relação entre empresas e proteção florestal.

"Para incentivar a gestão da pegada florestal por parte de seus fornecedores, a L’Oréal criou o Sustainable Palm Index, índice que avalia o compromisso dessas empresas e as ações por elas desenvolvidas para combater o desmatamento", divulgou esta semana a CDP.

A L'Oréal foi apontada como uma das empresas que mais se empenham em favor da (...)

A L’Oréal foi apontada como uma das empresas que mais se empenham em favor da sustentabilidade da cadeia de abastecimento de óleo de palma. (Foto: © Aurore Maréchal / AFP)

Contudo, o relatório - conhecido como The Money Trees - também ressaltou que vários grandes grupos corporativos costumam driblar a transparência quando o assunto é desmatamento. Em 2018, a CDP e outras organizações solicitaram, a 1.500 empresas com impacto considerado significativo sobre as florestas, que fornecessem uma série de dados por meio da plataforma disponibilizada pela CDP para este fim. No entanto, 70% dessas companhias ignoraram o pedido - ou seja, mais de 350 grandes empresas não apresentaram dados referentes ao triênio 2016-2018, incluindo as gigantes do vestuário Next e Sports Direct. Foi solicitado às empresas que informassem como é feito o abastecimento de madeira, óleo de palma, gado e soja, e que descrevessem detalhadamente as ações realizadas por elas para reduzir o desmatamento em sua cadeia de suprimentos.

"Há séculos as empresas têm ignorado o impacto da cadeia de suprimentos para as florestas do planeta, sem levar a sério os riscos que isso representa, tanto para seus próprios negócios como para o meio ambiente," declarou Morgan Gillespy, Global Director of Forests da CDP. "A preocupação com o meio ambiente atingiu um nível recorde, e tem-se exigido transparência por parte das empresas, bem como ações concretas para a proteção das florestas. Cada vez mais, os consumidores querem ter certeza de que suas compras não estejam contribuindo para a destruição da Amazônia, a extinção dos orangotangos e a crise climática."

Segundo a CDP, vários grandes grupos corporativos costumam driblar a (...)

Segundo a CDP, vários grandes grupos corporativos costumam driblar a transparência quando o assunto é desmatamento. (Photo: © Conny Sjostrom / shutterstock.com)

Ao todo, 306 empresas preencheram os dados da plataforma da CDP em 2018. O relatório mostrou que 24% dentre elas pouco ou nada tinham feito para reduzir o desmatamento. Outra descoberta importante é que a taxa de transparência corporativa em matéria de proteção florestal, de 30%, ainda é muito baixa se comparada à de outras áreas, como mudanças climáticas e segurança hídrica - ambas com 43%.

AFP/Relaxnews
(Tradução: Maria Marques)

© 2019 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
in-cosmetics retorna ao Brasil nos próximos 18 e 19 de setembro

in-cosmetics retorna ao Brasil nos próximos 18 e 19 de setembro

Quando se trata de beleza, o Brasil se tornou um criador de tendências na América Latina, graças à abundância dos recursos naturais e à propensão à inovação. Agora o quarto maior mercado do mundo, o país sediará a sexta edição da in-cosmetics Latin America, que acontecera em São Paulo os 18 e 19 de setembro de 2019. De acordo com a Euromonitor (...)

+ informações
Palavra de especialista
INFINITE BEAUTY. Embracing the future

Lipotec - Lubrizol
INFINITE BEAUTY. Embracing the future

Tecnologias que eram impensáveis há apenas uma década são agora itens essenciais indispensáveis. Levamos nossas vidas em nossos smartphones. Existe um aplicativo para quase tudo. E a tecnologia wearable, a realidade aumentada e a inteligência artificial estão criando possibilidades ilimitadas para mover, executar, ver e se sentir melhor do (...)

+ informações

Seções