Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Ambiente

L’Occitane adota plásticos sustentáveis da Loop Industries

Ao decidir pelo uso de plásticos 100% sustentáveis e reciclados em suas embalagens, o grupo francês L’Occitane é o mais recente gigante do setor de cosméticos a entrar para o rol de empresas que priorizam o desenvolvimento sustentável em sua estratégia. Para concretizar essa iniciativa, a companhia de cosméticos, que reúne marcas como L’Occitane en Provence, L’Occitane au Brésil, Melvita e Erborian, se associou à Loop Industries, empresa especializada em inovação tecnológica no setor de plásticos reciclados.

A L'Occitane en Provence já comercializa refil ecológico para seus shampoos e (...)

A L’Occitane en Provence já comercializa refil ecológico para seus shampoos e utiliza frascos que contêm, em média, 30% de PET reciclado. A marca pretende atingir o marco de 100% PET até 2025. (Foto: Courtesy of L’Occitane)

O acordo de fornecimento plurianual firmado entre o Grupo L’Occitane e a Loop Industries prevê que, a partir de 2022, a marca L’Occitane en Provence passe a incorporar plásticos Loop PET 100% sustentáveis em suas embalagens. A meta fixada pela marca é que a porcentagem de plástico reciclado nas embalagens de PET passe de 30% para 100% até 2025.

"A L’Occitane en Provence busca inspiração na natureza, nas pessoas e na cultura. Há mais de 40 anos, utilizamos ingredientes naturais de origem vegetal e métodos de fabricação ecológicos", comentou Adrien Geiger, Global Brand Director da marca, em um comunicado. "A inovadora tecnologia desenvolvida pela Loop abre novas perspectivas para a L’Occitane, que assim estará contribuindo mais ativamente para o combate à poluição por plástico, um problema que vem se agravando em nível mundial".

As técnicas de upcycling da Loop possibilitam a reciclagem de garrafas plásticas, tapetes e tecidos de poliéster, mas também de resíduos plásticos coletados em ambiente marinho. Todo esse material é processado e entra na composição de novas embalagens. Outra vantagem é que os plásticos reciclados da Loop Industries respeitam as exigências da FDA em matéria de embalagens para a indústria de alimentos.

Essa iniciativa é parte integrante de uma estratégia mais ampla da L’Occitane en Provence definida com o objetivo de reduzir o volume de resíduos plásticos. Para incentivar a reciclagem, a marca já disponibiliza pontos de coleta de embalagens vazias de cosméticos em 30% de suas lojas. A previsão é que, até 2025, todas as lojas ofereçam esse serviço.

Nos últimos anos, a indústria de cosméticos vem redobrando os esforços para diminuir o impacto de suas atividades sobre o meio ambiente. É cada vez maior o número de marcas que adotam modelos mais ecológicos. No mês passado, por exemplo, a Lush, marca de beleza natural, apresentou a "Naked in Europe", linha vegana com embalagens sem plásticos, enquanto a REN Clean Skincare comprometeu-se a atingir a meta "resíduo zero" até 2021. A gigante Procter & Gamble também vem tentando melhorar sua imagem, participando da Alliance to End Plastic Waste (AEPW: Aliança para o Fim dos Resíduos Plásticos), associação criada recentemente com o objetivo de reduzir a poluição por plásticos nos oceanos.

Brazil Beauty News com a AFP/Relaxnews
(Tradução: Maria Marques)

Portfólio

© 2019 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

MakeUp in New York se desloca ao Javits Center para continuar seu crescimento

A última edição da feira MakeUp no NewYork, o evento B2B dedicado à cadeia de valor da indústria de maquiagem, foi um grande sucesso, segundo os organizadores. O evento, realizado nos dias 11 e 12 de setembro de 2019 no Center415 na 5th Avenue, Manhattan, recebeu mais de 3.800 visitantes, com crescimento de 12% do número de visitantes (...)

+ informações
Palavra de especialista
Victoria's Secret ou o fracasso de um posicionamento conservador

Laurence Bacilieri
Victoria’s Secret ou o fracasso de um posicionamento conservador

O cancelamento do show da Victoria’s Secret não chegou a ser uma surpresa. Em maio, o jornal New York Times já havia revelado que o desfile não teria mais patrocínio para a transmissão pela televisão. "A Victoria’s Secret precisa se reinventar para crescer. Por isso, decidimos repensar o tradicional Fashion Show da marca e criar um evento (...)

+ informações

Seções