Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Embalagem e design

Algas e fibras de bambu: Luxe Pack Shanghai premia embalagens alternativas

Com embalagens que utilizam materiais alternativos, a Favini e a Nationalpak foram as vencedoras da edição 2019 do prêmio Luxe Pack in Green Shanghai. A Favini concorreu com um produto elaborado a partir do papel ecológico Shiro Alga Carta, enquanto a Nationalpak apresentou uma embalagem compostável à base de fibras de bambu.

Pela primeira vez desde o seu lançamento, o prêmio Luxe Pack in Green Shanghai, que destaca a melhor solução em matéria de embalagem sustentável, foi atribuído a duas empresas: Favini e Nationalpak, que empataram no primeiro lugar.

O júri considerou que ambas apresentaram excelentes contribuições, tanto para reduzir o impacto ambiental do setor como em termos de vantagens para as marcas. O prêmio foi entregue em 10 de abril, primeiro dia da 12a edição do salão Luxe Pack Shanghai.

Algas da lagoa de Veneza

A empresa italiana Favini Srl foi premiada pela embalagem secundária criada para a linha de cosméticos orgânicos Bio + Vagheggi.

Fiel ao princípio de desenvolvimento sustentável, a Vagheggi, marca italiana de fitocosméticos, selecionou o papelão Shiro Alga Carta, da Favini, para a embalagem da sua nova linha de produtos orgânicos e veganos Bio+. Originalmente, esse papelão foi desenvolvido como uma forma de aproveitamento dos brotos de algas nocivas que são retirados da lagoa de Veneza. A técnica consiste em convertê-los em substitutos parciais das fibras de celulose. Mais tarde, o princípio foi ampliado para outras áreas marinhas frágeis.

A embalagem da Favini não contém verniz nem cola. Além disso, dispensa o acréscimo de folheto ou etiqueta ao produto, pois ela mesma funciona como suporte para as informações.

Fibras de bambu compostáveis

A Nationalpak, fornecedora de soluções para embalagens de luxo sediada em Hong Kong, foi premiada por sua embalagem compostável para óleos de massagem.

Por ocasião do salão Luxe Pack Shanghai, a empresa apresentou uma embalagem para óleos de massagem com formato inspirado nas pedras quentes usadas em spas. A embalagem pode conter três frascos de óleo de massagem e é fabricada a partir de fibras de bambu compostáveis, misturadas com resinas biodegradáveis.

O bambu, selecionado por suas excepcionais qualidades ambientais, é cultivado sem pesticidas nem fertilizantes químicos e não requer irrigação. A planta cresce com rapidez, podendo ser colhida no prazo de três a cinco anos. Além de produzir 35% de oxigênio a mais que outros tipos de árvores, o bambu constitui um excelente inibidor da erosão do solo.

O Compostable Stone Massage Oil Packaging foi submetido a testes e recebeu a certificação de conformidade com a norma europeia EN13432. Segundo a Nationalpak, esse material se degrada no intervalo de três a seis meses quando exposto a um solo propício à compostagem. Por não conter nenhum tipo de substância nociva, ele não oferece risco de poluição ambiental.

Além de receber o prêmio pela melhor solução de embalagem sustentável, a Nationalpak foi recompensada pelo conjunto de suas iniciativas em favor do meio ambiente. A empresa criou um grupo de trabalho sobre o tema da preservação ambiental e promove regularmente capacitação nessa área para seus colaboradores.

Vincent Gallon
(Tradução: Maria Marques)

Portfólio

© 2019 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
A feira Luxe Pack New York adiada para setembro

A feira Luxe Pack New York adiada para setembro

Diante da propagação do novo coronavírus (COVID-19) em Nova York e nos Estados Unidos, os organizadores da feira Luxe Pack New York divulgam o adiamento do evento para 15 e 16 de setembro. O local permanece inalterado: Jacob K. Javits Convention Center (Hall 1B). Com essas novas datas, o evento será quase concomitante com o MakeUp in (...)

+ informações
Palavra de especialista
Reformulação olfativa, um delicado exercício

Suzy Le Helley
Reformulação olfativa, um delicado exercício

Os perfumes clássicos — aqueles que, segundo dizem, nunca saem de moda — estariam em perigo? Diante da proibição, pela legislação europeia, de um número cada vez maior de ingredientes, sob o pretexto de que podem causar alergias ou irritações, e da crescente dificuldade de se adquirir determinadas substâncias naturais, os perfumistas estão (...)

+ informações

Seções