Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Embalagem e design

"O mercado quer agilidade no fornecimento", diz Priscille Caucé, da Cosmogen

Na Cosmogen, o ritmo de trabalho não diminuiu durante a pandemia de Covid-19. A empresa francesa, que soube se antecipar aos riscos tomando imediatamente as medidas necessárias à proteção das equipes, registrou uma atividade intensa durante o primeiro trimestre de 2020, com aumento de 10% no volume de pedidos, em comparação com o mesmo período do ano passado. Impulsionada por Priscille Caucé, que assumiu as rédeas da empresa no final de setembro de 2019, a Cosmogen decidiu fusionar suas operações com as da PYC, sua filial especializada em soluções para dispensers, e vem priorizando a inovação.

Priscille Caucé, Cosmogen

Priscille Caucé, Cosmogen

Brazil Beauty News - Como foram esses últimos meses para a Cosmogen? Poderia fazer um balanço?

Priscille Caucé - Para a Cosmogen, o balanço é decididamente positivo. Durante o período de isolamento, a empresa foi capaz de mostrar sua resiliência e agilidade. Os números falam por si mesmos: o volume de pedidos cresceu 10% no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado. Sem a crise provocada pela pandemia de Covid-19, 2020 seria um ano recorde para a Cosmogen.

Na prática, a empresa se antecipou às medidas de isolamento definidas pelo governo, instaurando um revezamento das equipes a partir de 10 de março. Quando a quarentena teve início na França, no dia 17 de março, já estávamos trabalhando em casa. Graças a essa preparação antecipada, conseguimos gerenciar a organização com bastante flexibilidade. Em termos operacionais, tudo correu muito bem, e mais do que nunca estamos à disposição dos nossos clientes.

A prioridade durante esse difícil período foi garantir a segurança e a saúde dos colaboradores, tendo como lema "respeito e acolhimento". A solidariedade e a solidez das equipes foi outro grande motivo de orgulho para a Cosmogen nas semanas de isolamento.

Brazil Beauty News - O trimestre foi também marcado por decisões importantes, como o anúncio da fusão das operações da Cosmogen com as da PYC, filial que atua no segmento de soluções para dispensers.

Priscille Caucé - Essa decisão não está relacionada com a crise que estamos atravessando. A empresa percebeu que a consolidação do mercado de dispensers era uma oportunidade. Nosso objetivo foi dar aos clientes uma terceira opção de fornecimento, mas dentro do estava ao nosso alcance. Queríamos propor uma alternativa à oferta existente, que focasse principalmente no segmento de cuidados premium.

Isso significa que, atualmente, estamos presentes em três setores: embalagens e aplicadores; pincéis e acessórios; e soluções para dispensers.

Brazil Beauty News - Mas a Cosmogen lançou também uma oferta chamada "safe contact". Poderia falar sobre ela?

Priscille Caucé - Nossa estratégia priorizou claramente a visão de futuro e a ação durante a crise. “Outside of your comfort zone is where the magic happens!”, ou seja, a magia acontece fora da zona de conforto.

Ao longo desse período, a Cosmogen deu continuidade a seus projetos e dinamizou a oferta e a comunicação da empresa. Além disso, demos início a um amplo programa que tem como destaque a inovação, e o cronograma de lançamentos foi revisto para cima.

Esse foi o pano de fundo para a criação e o registro do selo safe contact, pois nossos produtos, incluindo vários best-sellers, atendem plenamente à crescente exigência em termos de higiene dos métodos de aplicação dos produtos, com ênfase nos formatos que dispensam o contato das mãos com o rosto no uso de produtos faciais. Nossos clientes se mostraram muito entusiasmados quando ressaltamos essa visão dos produtos, pois ela corresponde a uma real exigência dos consumidores atualmente.

Brazil Beauty News - Na qualidade de PME, como a Cosmogen se posiciona em relação à atual concentração de fornecedores e empresas terceirizadas?

Priscille Caucé - Para dizer a verdade, a Cosmogen considera esse movimento de concentração como uma oportunidade, na medida em que oferece uma grande liberdade, pois o mercado precisa de fornecedores que tenham agilidade. A Cosmogen é uma empresa que fornece diversos materiais e atende a várias regiões do mundo, com um posicionamento diferenciado no mercado.

Graças à diversidade de nossa rede de parceiros, somos capazes de atender tanto a um pedido de 5 mil unidades como a uma encomenda de milhões e milhões de peças. Mantemos relações de parceria com nossos fornecedores, alguns dos quais colaboram conosco há várias décadas, mas não somos obrigados a fazer funcionar nossas próprias unidades de produção.

Brazil Beauty News - Qual é a sua visão do futuro no curto prazo?

Priscille Caucé - Nossa visão não é nem de serenidade nem de ansiedade. Temos o olhar voltado para o futuro e sabemos que, no curto prazo, a tendência é que o mercado como um todo entre em recessão. Mesmo se tivemos bons resultados nos últimos meses, sabemos que amanhã talvez venhamos a sofrer os efeitos da crise, como aconteceu com outras empresas. Os dois meses em que os varejistas franceses permaneceram com as lojas fechadas terão necessariamente um impacto sobre as vendas e, portanto, sobre os fornecedores.

A situação não será a mesma em todas as regiões do planeta. Os mercados da China e da Ásia em geral deverão mostrar um certo dinamismo. A América Latina provavelmente será impactada, mas deverá se recuperar relativamente rápido. Quanto à América do Norte, o choque deverá ser grande, mas temos confiança na capacidade de recuperação dessa região.

A Cosmogen aposta na inovação para atender às necessidades dos clientes. O selo safe contact é um ótimo exemplo dessa mobilização.

Brazil Beauty News - A crise abriu também espaço para a expressão de uma forte exigência em matéria de ética e sustentabilidade. Fala-se até em uma tendência crescente à hiperlocalização.

Priscille Caucé - Nossa estratégia é localizar a produção em função dos hubs comerciais da Cosmogen, de maneira a manter a proximidade com os clientes. Atualmente, dispomos de capacidade para produzir na Ásia, na Europa, no Brasil (cobrindo toda a América do Sul) e no México (para a América do Norte).

Na França, produzimos algumas linhas de bisnagas tottle em parceria com a Qualiform e temos dialogado com outros parceiros na Europa com o objetivo de atender às exigências dos clientes em termos de agilidade, time to market e proximidade.

Paralelamente, desenvolvemos nosso programa de RSE, lançando novos materiais e projetos. Hoje temos inclusive uma gama de produtos com certificação Ecocert.

Brazil Beauty News - Que mensagem a senhora gostaria de transmitir aos clientes?

Priscille Caucé - Gostaria que soubessem que estamos aqui, disponíveis e operacionais, trabalhando de mãos dadas com eles. Como fornecedor, nosso objetivo é ajudá-los e contribuir com a criação dos produtos de amanhã.

Entrevista concedida a Vincent Gallon
(Tradução: Maria Marques)

Portfólio

© 2020 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
A feira Luxe Pack New York adiada para setembro

A feira Luxe Pack New York adiada para setembro

Diante da propagação do novo coronavírus (COVID-19) em Nova York e nos Estados Unidos, os organizadores da feira Luxe Pack New York divulgam o adiamento do evento para 15 e 16 de setembro. O local permanece inalterado: Jacob K. Javits Convention Center (Hall 1B). Com essas novas datas, o evento será quase concomitante com o MakeUp in (...)

+ informações
Palavra de especialista
Novos horizontes nos cuidados da pele

Lipotec - Lubrizol
Novos horizontes nos cuidados da pele

A sociedade está a mover-se para um estilo de vida mais minimalista, menos movido pela acumulação e consumo, e mais pela multifuncionalidade e simplicidade. Está a acabar o “quanto mais melhor” e é tempo de reduzir o nosso impacto no planeta, vivendo uma vida mais natural. Nos cuidados da pele, os consumidores procuram produtos poderosos e (...)

+ informações

Seções