Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Radar

Inventiva usa nanotecnologia para reduzir os efeitos colaterais do retinol

O retinol é considerado um dos mais potentes ativos no processo de renovação celular, mas efeitos colaterais como irritação e descamação da pele fizeram com que ele fosse gradualmente substituído por outros ingredientes em formulações de cuidados com a pele.

Porém, tudo indica que o retinol acaba de ganhar uma nova chance com a indústria de cosméticos. Em pesquisa e desenvolvimento inéditos, a empresa brasileira Inventiva lançou o NanoRetinol, que consiste no uso da nanotecnologia para o encapsulamento do ativo, visando a redução da sua toxicidade. A tecnologia é indicada para géis, emulsões e séruns.

O NanoRetinol foi avaliado clinicamente e em cultura de células no laboratório Syntivia, na França. Segundo a farmacêutica Cândice Felippi, diretora da Inventiva, os resultados demonstraram que, além de reduzir os efeitos colaterais, a nanotecnologia aplicada ao retinol foi capaz de aumentar em 26% a síntese de colágeno nas células da pele, acelerando o processo de renovação celular e reduzindo rugas e linhas de expressão.

Através da nanotecnologia, o princípios ativos são encapsulados e transformados em nanopartículas. Elas são capazes de penetrar nas camadas mais profundas da epiderme, potencializando e prolongando os efeitos de hidratação, prevenção, reparação e proteção de pele, cabelos e unhas.

Já a redução dos efeitos colaterais ocorre porque o retinol não tem contato direto com a pele, mas sim com a parede de nanopartículas, compostas por matérias-primas naturais como óleos vegetais e manteigas. Elas têm uma grande afinidade com pele e não causam nenhum tipo de reação, irritação ou descamação.

No Brasil, os produtos com retinol na fórmula devem ter concentração máxima de 0,3%, segundo norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). O NanoRetinol contém 1% de retinol e possibilita até 30% de sua incorporação em formulações cosméticas para ser compatível com os padrões permitidos. Para produtos anti-idade, a Inventiva recomenda uma concentração de 1% a 10% de NanoRetinol nas formulações. Já para BB Creams, o teor indicado é de 0,5% a 3%.

A Inventiva é uma empresa gaúcha criada em 2008. Possui laboratório próprio e é especializada na produção de ativos cosméticos para rosto, cabelo, corpo e unhas, usando a nanotecnologia como base.

© 2015 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Luxe Pack prepara sua segunda edição em Los Angeles e anuncia nova locação em Nova York

Luxe Pack prepara sua segunda edição em Los Angeles e anuncia nova locação em Nova York

Luxe Pack, a feira B2B dedicado a embalagens de luxo, retornará na Costa Oeste para uma segunda edição na Los Angeles em 27 e 28 de fevereiro de 2019. Como no ano passado, o evento será realizado em conjunto com a MakeUp em Los Angeles, a feira B2B de acessórios, tendências e formulação de produtos de maquiagem e cuidados com a pele. O (...)

+ informações
Palavra de especialista
Green, Clean... e o que mais?

Pascale Brousse
Green, Clean... e o que mais?

A força da nova tendência é visível. Para ser desejável, um produto deve ser green, clean e cool, de preferência seguindo os modelos de marcas Indie e DNVB [1]. Green - porque ser natural tornou-se um princípio de base para qualquer produto. Clean - porque a ausência de substâncias poluentes ou duvidosas é outro pré-requisito importante. Cool (...)

+ informações

Seções