Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Radar

Indústria brasileira de cosméticos quer expandir no mercado norte-americano

As empresas do Beautycare Brazil - realização da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) e da Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) - se preparam para dois importantes eventos do setor nos Estados Unidos. Entre 24 e 26 de julho, acontece a 14ª edição da Cosmoprof North America Las Vegas e, nos dias 7 e 8 de setembro, Nova York será o palco da in-cosmetics North America.

Com importantes expectativas de crescimento nos negócios com os norte-americanos, o projeto setorial realizou recentemente um Workshop sobre este mercado, realizado na sede da ABIHPEC, em São Paulo. Na ocasião foram apresentadas informações técnicas sobre as relações comerciais com os Estados Unidos e detalhes sobre comportamento de consumo no destino.

Rafaella Villemor, analista de Assuntos Regulatórios da ABIHPEC, ministrou palestra sobre o panorama de regularização sanitária para produtos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos nos Estados Unidos, explicando questões importantes, entre elas, a atuação do FDA - Food and Drug Administration e as possíveis classificações de um produto como cosmético, medicamento ou, ao mesmo tempo, cosmético e medicamento.

Gueisa Silvério, gerente do Beautycare Brazil aproveitou a oportunidade para reforçar as diferenças entre os mercados brasileiro e norte-americano e alertar sobre penalidades aplicáveis pelo descumprimento das legislações sanitárias e regulatórias dos países de exportações que pode implicar desde a obrigatoriedade de retirada de produtos do mercado até a penalidade cível.

Os participantes também puderam conhecer melhor hábitos locais de consumo. Gerente da Euromonitor, Sabrina Kinckle revelou tendências e prospectos do mercado norte-americano de beleza e cuidados pessoais. Entre os destaques apresentados está o crescimento das vendas de produtos premium neste país, que alcançou US$ 20 bilhões em 2011 e US$ 23 bilhões em 2015, além das perspectivas de chegar a US$ 28 bilhões em 2020.

Encerrando a programação, Daniel Oliveira, gerente de Inteligência de Mercado da ABIHPEC, compartilhou dados sobre o comportamento de consumo nos Estados Unidos.

mais recentes
Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Laurence Bacilieri
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Nos Estados Unidos, o comércio varejista vem registrando uma queda contínua do faturamento. O setor está passando por profundas mudanças, com a falência de 3.500 lojas, sem falar nas dificuldades que têm enfrentado as redes Macys e Sears & K-Mart. A exemplo do setor bancário, os grandes protagonistas do varejo americano estão (...)

+ informações

Seções