Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Mercados e tendências

FCE Cosmetique atrai número crescente de fornecedores internacionais

A mais recente edição do salão FCE Cosmetique, realizada de 12 a 14 de maio no Transamérica Expo Center, em São Paulo, confirmou o dinamismo do mercado brasileiro de cosméticos e principalmente o interesse crescente que ele desperta nos fornecedores internacionais.

Terceiro maior consumidor mundial de produtos cosméticos, o Brasil é um dos países em que a população mais cuida da aparência. O dinamismo da economia e o aumento do poder aquisitivo da população estimularam consideravelmente a demanda local. Resultado: o mercado de cosméticos, perfumes e produtos de higiene registrou um crescimento impressionante nos últimos anos. Em média, a venda de cosméticos na última década aumentou 10% ao ano, representando R$ 38 bilhões em 2013.

Diante desse cenário, não é de surpreender que os salões profissionais especializados no setor espelhem esse mesmo dinamismo. De 12 a 14 de maio de 2014 em São Paulo, o salão FCE Cosmetique, realizado paralelamente ao 27° Congresso Brasileiro de Cosmetologia, acolheu cerca de 500 empresas e marcas expositoras, principalmente fornecedores de ingredientes e embalagens, bem como formuladores, indústrias de terceirização de cosméticos, fabricantes de máquinas e empresas de consultoria. Segundo os organizadores, ao longo dos três dias o salão recebeu mais de 17.600 visitantes profissionais, a maioria brasileiros, mas também de outros países da América Latina.

"Alcançamos com sucesso a meta de proporcionar um espaço estratégico para networking entre importantes players desse mercado, que buscam soluções e novas tecnologias para aplicação no desenvolvimento de cosméticos", afirmou Ligia Amorim, diretora-geral da NümbergMesse Brasil, empresa organizadora do evento.

Para muitos fornecedores, a FCE Cosmetique representa a ocasião de mostrar suas mais recentes inovações às empresas brasileiras e sul-americanas do setor de cosméticos. Por exemplo, a Brasquim, companhia brasileira de importação e comercialização de ingredientes cosméticos, apresentou o Baycusan C 1008, polímero multifuncional desenvolvido pela Bayer para uso em produtos para cabelos. Outro bom exemplo é a Focus Química, que apresentou o Snow Algae Powder, ativo para cuidados da pele à base de algas glaciárias, lançado recentemente pela Mibelle Biochemistry. A empresa francesa Silab também divulgou o Volunage, ativo à base de peônia que proporciona firmeza à pele.

Nos segmentos de embalagens e formuladores, a edição 2014 do salão foi marcada por um aumento da participação de fornecedores internacionais. No setor de maquiagem, chamou a atenção a presença da Fareva Chromavis, Intercos, Faber Castell, Weckerle, ICC e Strand Cosmetics Europe, entre outros. Embora as filiais brasileiras dos principais players do setor de embalagens – como Albéa, Arcade, Iléos, Pochet e SGD – tenham participado de várias edições da feira, este ano também marcaram presença algumas operadoras que ainda não dispõem de estruturas próprias de produção local. Sem falar que, pelos corredores do salão, passaram fornecedores firmemente decididos a apostar nesse mercado, alguns com projetos de investimentos industriais em fase bem avançada.

FCE Cosmetique, um evento que merece um lugar na agenda – mesmo se a estreia do salão in-cosmetics Brasil, em setembro, represente um risco considerável de concorrência, em particular no setor de ingredientes.

Vincent Gallon

Portfólio

© 2014 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Laurence Bacilieri
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Nos Estados Unidos, o comércio varejista vem registrando uma queda contínua do faturamento. O setor está passando por profundas mudanças, com a falência de 3.500 lojas, sem falar nas dificuldades que têm enfrentado as redes Macys e Sears & K-Mart. A exemplo do setor bancário, os grandes protagonistas do varejo americano estão (...)

+ informações

Seções