Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Empresas e indústria

Yves Rocher prevê inauguração de dez lojas no Brasil até o final de 2014

Em dezembro de 2013, a marca de cosméticos preferida dos franceses deu início a sua investida no Brasil, com a inauguração de uma primeira loja em São Paulo. Tendo como pano de fundo a sólida expertise desenvolvida pela empresa em matéria de Cosmétique Végétale®, Arnaud Williart, diretor da região África-Oriente Médio-Brasil, explica à Brazil Beauty News os objetivos da Yves Rocher nesse mercado em que os produtos naturais são muito valorizados.

Lojas Yves Rocher - Shopping Morumbi - Sao Paulo

Lojas Yves Rocher - Shopping Morumbi - Sao Paulo

Brazil Beauty News - Que atrativos e projetos a Yves Rocher está levando para o Brasil?

Arnaud Williart - O Brasil é o terceiro maior mercado de cosméticos do ranking mundial e seu potencial é simplesmente imenso. Não podíamos ficar de fora. Incontestavelmente, o mercado brasileiro demonstra grande afinidade com nosso princípio Cosmétique Végétale®. Pelo fato de mobilizar princípios ativos de origem vegetal cuja eficácia é cientificamente comprovada, a marca Yves Rocher tem tudo para conquistar um lugar ao sol no país. Foi com essa característica em mente que definimos nossa assinatura no Brasil: "O poder das plantas. A certeza da ciência".
Decidimos ingressar nesse mercado com humildade, mas com determinação. Em 2014, o objetivo é inaugurar inicialmente cerca de dez lojas em grandes metrópoles, principalmente São Paulo e Rio, em função das oportunidades que surgirem em termos de localização comercial.
Além disso, contamos com o site de vendas on-line, inaugurado em 1° de maio, que atende todo o território nacional: www.yvesrocherfrance.com.br

Brazil Beauty News - As lojas serão próprias?

Arnaud Williart - Estamos presentes no Brasil não com uma filial, mas com um parceiro distribuidor.
A ideia é primeiramente abrir lojas próprias, mas como o Brasil costuma acolher franquias de braços abertos, esse será também um meio de desenvolver a marca, uma vez que o modelo de lojas tenha sido testado e aprovado.

Brazil Beauty News - Os consumidores brasileiros já conhecem a marca?

Arnaud Williart - A Yves Rocher é relativamente bem conhecida no país, principalmente por brasileiros que costumam viajar. Alguns já sabem exatamente o que querem.

Brazil Beauty News - Os produtos são fabricados no Brasil?

Arnaud Williart - Por enquanto, estamos exportando os produtos da França para o Brasil. Mas, em função da evolução dos negócios, não descartamos a possibilidade de produzir localmente com parceiros industriais, a começar pelos produtos mais pesados, que têm maior impacto ambiental ao serem transportados. O elemento que vai determinar a decisão é nossa capacidade de alcançar um volume de vendas suficiente para que valha a pena produzir no Brasil, com custo satisfatório. Acredito que isso aconteça daqui a um ou dois anos.

Brazil Beauty News - Os preços são mais altos no Brasil?

Arnaud Williart - O processo de registro dos produtos representa um trabalho e um investimento consideráveis, e o protecionismo alfandegário efetivamente torna os artigos mais caros. Infelizmente, somos obrigados a repassar para o consumidor os custos com logística e as taxas de importação, mas estamos fazendo o possível para reduzir esse ônus e oferecer produtos ao alcance do consumidor.

Lojas Yves Rocher - Shopping Morumbi - Sao Paulo

Lojas Yves Rocher - Shopping Morumbi - Sao Paulo

Brazil Beauty News - Que critérios determinaram a seleção de produtos?

Arnaud Williart - Na categoria higiene, o mercado brasileiro prefere sabonetes em vez de gel ducha – e esse foi um primeiro critério que adotamos. Em perfumaria, o Brasil é o país do bodymist, por isso estamos dando destaque a linhas como "Un Matin au Jardin", que proporcionam frescor e aromas florais. Estamos, inclusive, pensando em desenvolver uma linha específica de bodymist para o Brasil. Quanto aos cuidados para pele, estamos dando ênfase a texturas mais leves, a fim de atender a uma população que, majoritariamente, apresenta pele mista a oleosa. As primeiras vendas do UV Beauty Shield, que alia textura leve e SPF 50, confirma a pertinência dessa abordagem.
Chegamos ao Brasil com os principais produtos de nosso catálogo, ou seja, 530 referências, incluindo produtos de maquiagem.
As primeiras reações dos clientes da loja paulistana do shopping Morumbi são positivas e nossos perfumes, em particular, estão sendo muito bem acolhidos pelo público.

Brazil Beauty News - A Yves Rocher dispõe de um canal de abastecimento em matérias-primas no Brasil?

Arnaud Williart - Por intermédio do parceiro encarregado do abastecimento no Brasil, a Yves Rocher mantém relações comerciais com cooperativas e associações do Pará, dando suporte à organização, à capacitação, ao desenvolvimento econômico e, portanto, à autonomia de comunidades locais. Compramos diversas matérias-primas no Brasil, entre as quais andiroba orgânica, usada por exemplo em um óleo seco que entra na composição do Riche Crème, um dos nossos produtos mais importantes. Os laboratórios Yves Rocher também trabalham com óleo de andiroba orgânica, autêntico tesouro vegetal da bacia amazônica.

Brazil Beauty News - Onde serão inauguradas as próximas lojas?

Arnaud Williart - Vamos inaugurar por esses dias uma segunda loja no Shopping Center Norte, em São Paulo, e a terceira no início de junho, no Rio.

Entrevista concedida a Kristel Milet

© 2014 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Laurence Bacilieri
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Nos Estados Unidos, o comércio varejista vem registrando uma queda contínua do faturamento. O setor está passando por profundas mudanças, com a falência de 3.500 lojas, sem falar nas dificuldades que têm enfrentado as redes Macys e Sears & K-Mart. A exemplo do setor bancário, os grandes protagonistas do varejo americano estão (...)

+ informações

Seções