Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Mercados e tendências

Dez dicas para acertar na mosca ao lançar um produto

Bom senso e método . Nathalie Pichard, personalidade da indústria de perfumes há 20 anos, criadora de toPNotes (formação e avaliação em matéria de perfumes) e autora da Web Fragrant Newsletter, listou o que, segundo ela, constituem os dez mandamentos para o sucesso na hora de lançar uma nova fragrância.

Nathalie Pichard, toPNotes

Nathalie Pichard, toPNotes

1 • Ser coerente
Tudo deve ser medido, calibrado e interdependente – por exemplo, preço, posicionamento, criação e canais de distribuição. É fundamental que haja um bom equilíbrio entre esses elementos.

2 • Apontar para o alvo
Definir o alvo significa conhecer os clientes. O alvo é o que confere sentido a todas as ações. O estudo de mercado deve ser absolutamente preciso.

3 • Integrar a distribuição
Na fase inicial do projeto, é primordial considerar os distribuidores como reais parceiros. Se os distribuidores não impulsionarem o produto, não haverá lançamento nem vendas...

4 • Comunicar com clareza
O conceito do perfume deve ser nítido – não apenas visualmente, como também nas palavras usadas para divulgá-lo. O frasco e o nome devem estar em harmonia e corresponder a uma história que lhe é própria.

5 • Construir uma identidade
Uma fragrância que possa ser imediatamente reconhecida pelo público é algo muito positivo, porém extremamente raro. Angel, Chanel N° 5 e Shalimar são alguns exemplos. A identidade de um perfume é antes de tudo olfativa. A criação deve se diferenciar para ganhar vida.

6 • Tecer uma narrativa
A fragrância deve despertar uma emoção. Os grandes perfumes fazem mergulhar em uma história que ecoa dentro de cada um de nós.

7 • Cultivar a contemporaneidade
Estar na vanguarda é bom, mas não podemos esquecer que, às vezes, um produto precisa de tempo para conquistar seu lugar ao sol. É fundamental que o perfume não rompa completamente os laços com sua própria época, pois um produto inovador demais corre o risco de ser mal interpretado se o público não estiver preparado.

8 • Agir com legitimidade
Muitas marcas que não pertencem ao universo do perfume cruzam as fronteiras de seus próprios territórios em busca do novo eldorado que esse setor representa. Cuidado para não transgredir certas regras: é essencial cultivar a legitimidade em relação ao universo olfativo e não cair na tentação de vender "custe que custe" ou de querer ampliar o catálogo de produtos a qualquer preço.

9 • Conhecer (e superar) os concorrentes
No setor de perfumes, é muito difícil – impossível, na verdade – reproduzir uma mesma fórmula. Qualquer tentativa de fabricar um produto quase idêntico a outro evidencia uma estratégia sem criatividade e, geralmente, fadada ao fracasso. É preciso conhecer bem os concorrentes, a fim de evitar imitações não intencionais (fragrâncias, frascos ou conceitos). Afinal, rumores e odores se espalham com grande facilidade...

10 • Escolher o melhor momento
É bom aproveitar a hora certa para anunciar um produto. Senão, é melhor armar-se de coragem: os riscos são imensos.

© 2014 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Laurence Bacilieri
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Nos Estados Unidos, o comércio varejista vem registrando uma queda contínua do faturamento. O setor está passando por profundas mudanças, com a falência de 3.500 lojas, sem falar nas dificuldades que têm enfrentado as redes Macys e Sears & K-Mart. A exemplo do setor bancário, os grandes protagonistas do varejo americano estão (...)

+ informações

Seções