Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Radar

Bemis quer aumentar a produtividade em embalagens de cosméticos com nova máquina flexográfica

A Bemis é uma das maiores fabricantes de embalagens do mundo, fez a aquisição de uma máquina flexográfica Bobst com o objetivo de ampliar sua produção voltada para cosméticos e medicamentos.

O equipamento já está em operação desde o início do ano na unidade da Bemis de Parnamirim (RN), e deve aumentar a produtividade em 50%. Além de embalagens de cosméticos e medicamentos, o equipamento também poderá produzir embalagens para creme dental e tubos em geral.

De acordo com a Bemis, entre as vantagens da nova máquina estão a velocidade, o sistema de registro e pressão automáticos, o sistema de sleeve para troca rápida, vídeo inspeção em linha, dosagem de tinta por cilindro anilox, maior definição dos pontos e impressão em 10 cores, incluindo o verniz, ou oito cores com cold stamp e verniz.

Temos investido cada vez mais em tecnologia e na modernização do parque fabril como forma de otimizar a produtividade e atender as expectativas de nossos clientes, trazendo tendências e inovação em embalagens para o mercado brasileiro”, afirma Manoel Padula, diretor de Operações da Bemis para a América Latina.

mais recentes
Foco
Thermolat: novo ingrediente da Symrise tem ação aquecedora

Thermolat: novo ingrediente da Symrise tem ação aquecedora

O novo princípio ativo sensorial da Symrise proporciona uma suave sensação de calor sobre a pele, semelhante à de um raio de sol. Com o nome de Thermolat, ele foi desenvolvido para entrar na composição de cremes, géis e bálsamos e produz efeitos duradouros, com a vantagem de não provocar sensação de ardência ou queimação. "Comparado com o (...)

+ informações
Palavra de especialista
Oportunidades em produtos de coloração no Brasil

Juliana Martins
Oportunidades em produtos de coloração no Brasil

A crise econômica e a subcategoria de produtos de coloração. As vendas no varejo de produtos de coloração podem ter tido um bom aliado nos últimos três anos: a crise econômica. Talvez por terem suas rendas reduzidas, os brasileiros podem ter deixado de gastar dinheiro com alguns serviços, como aqueles oferecidos por salões de beleza. O (...)

+ informações

Seções