Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Helen Kupfer Haas

Quais serão as inovações de hoje que farão as lojas do futuro ?

Parodiando o cantor e compositor brasileiro Lulu Santos, « nada do que foi será de novo do jeito que já foi um dia… ». Isto vale mais do que nunca para os pontos de venda de cosméticos.

Na minha ultima matéria falei sobre a evolução dos canais de distribuição, mas já sabemos que nestas transformações não haverá mais um modelo absoluto de canal.

As redes de lojas deverão se questionar sobre : para o que serve uma loja ? Para que e como aliar o ponto de venda fisico e a tecnologia ? Portanto a questão fundamental é como conciliar ?

Talvez possamos encontrar muitas respostas a estas questões na sensacional experiência que é o novo ponto de venda inagurado dia 21 de outubro no centro de Paris : a loja Sephora Flash.

A rede que pertence ao gigante de luxo LVMH, já havia inaugurado há alguns meses o serviço Click et Collect em menos de 3 horas e agora propõe um modelo totalmente inovador, onde a enorme oferta da rede poderá se adaptar a espaços fisicos menores.

Sephora propõe « uma experiência de compras unica e inédita » em 5 etapas :

- Etapa 1 : O cliente entra na loja e recebe um cesto digital (em forma de cartão) e um cesto fisico para juntar suas compras.
- Etapa 2 : O cliente sai em busca dos lançamentos, dos clássicos e dos produtos exclusivos tanto no espaço fisico quanto através das gôndolas digitais, tabletes e quiosques interativos. Se precisar de conselhos, vendedores, bem treinados, estão a disposição do cliente. As compras se completam consumindo algum dos serviços propostos : make-up bar, Eyelash Bar, Bar Make Up For Ever, Brow Bar Benefit e Nail Play, além do flash bar que propõe um must em tecnologia através dos espelhos para selfies, carregadores de telefones e distribuidores de amostras (além do mix, a originalidade dos serviços faz a força da marca).
- Etapa 3 : Pagar por todas as compras : fisicas e digitais no caixa.
- Etapa 4 : Levar consigo as compras fisicas e selecionar o modo de entrega das compras digitais : entrega a domicilio ou na própria loja.
- Etapa 5 : Se divertir escolhendo as amostras desejadas no distribuidor digital, « Le Mini Beautic ».

A experiência de compras realmente permite ao cliente um espaço lúdico e a impressão de garimpar as novidades, testar os produtos, se aconselhar com a equipe da loja num ambiente futurista onde temos a confirmação de que a tecnologia pode sim estar a serviço do humano. Esta loja estimulará certamente o mercado a acelerar sua reflexão e a se (re)inventar.

Sephora Flash : 66, Rue de Rivoli de 2a a sábado das 10h às 22h.

Helen Kupfer Haas

Portfólio

© 2015 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

Sobre Helen Kupfer Haas

Helen Kupfer-Haas é uma consultora de marketing e distribuidora comercial para produtos de perfumaria, cosméticos e do universo do luxo entre os mercados francês e brasileiro. Ela é fundadora da HKH,consultoria comercial,de comunicação e de marketing que se concentra em explorar o potencial de novos mercados e de novas oportunidades para as marcas brasileiras na Europa e para as marcas Européias no Brasil.

Site da agência: helenkupferhaas

Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Laurence Bacilieri
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Nos Estados Unidos, o comércio varejista vem registrando uma queda contínua do faturamento. O setor está passando por profundas mudanças, com a falência de 3.500 lojas, sem falar nas dificuldades que têm enfrentado as redes Macys e Sears & K-Mart. A exemplo do setor bancário, os grandes protagonistas do varejo americano estão (...)

+ informações

Seções