Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Empresas e indústria

Phytoessence completa 20 anos e aposta em versatilidade para competir no mercado de fragrâncias

A empresa paulista começou no segmento de limpeza doméstica e hoje atende as mais diversas indústrias que utilizam fragrâncias na composição de seus produtos.

A Phytoessence completou 20 anos em setembro e reafirmou os planos de se tornar uma das mais importantes casas de fragrâncias nacionais. Para garantir seu espaço em um mercado onde atuam gigantes globais como Givaudan, Firmenich, IFF e Symrise, a empresa tem investido na capacitação contínua de sua equipe, melhoria do processo produtivo, inovação, pesquisa e desenvolvimento tecnológico.

Estande da Phytoessence na FCE Cosmetique 2015

Estande da Phytoessence na FCE Cosmetique 2015

Segundo o diretor-presidente, Celso Valdomiro Ribeiro, foram muitos os desafios desde 1995, quando a empresa foi fundada, no município de Osasco, Grande São Paulo. “Existe uma insegurança generalizada do mercado em relação à qualidade de produtos fabricados por empresas nacionais. Mas com foco e seriedade, conseguimos conquistar a confiança de clientes dos mais variados segmentos nas últimas duas décadas”, afirma Ribeiro.

Quando foi fundada, a Phytoessence era focada na indústria de limpeza doméstica. Com o tempo, a fabricação passou a ser direcionada para fragrâncias e produtos de cuidados pessoais, o que aprimorou e sofisticou toda a linha de itens para o lar. Na sequência, a empresa ampliou sua atuação para as indústrias de cosméticos, perfumaria fina, calçados e higiene pessoal. Hoje, aproximadamente 50% da produção é dedicada a esses novos mercados-alvo. O investimento nessas áreas foi uma consequência, explica Ribeiro. “Desenvolvemos a expertise necessária para criar fragrâncias mais elaboradas, que podem ser adaptadas a qualquer segmento.

Em 2002, a Phytoessence enxergou o potencial da região nordeste e sua carência por produtos de melhor qualidade. Desde a inauguração da filial Phytonordeste, localizada em Feira de Santana, Bahia, a empresa estabeleceu uma estrutura de atendimento local para o norte e nordeste do Brasil e expandiu sua atuação no país. Atualmente, a Phytoessence atende a todo o território nacional e tem planos de ampliação. “Uma nova fábrica e novos laboratórios estão em fase de projeto, visando a um atendimento ainda maior em todo o Brasil. Para nós, todas as regiões são importantes, cada uma com suas particularidades”, explica Ribeiro.

Todo o trabalho de pesquisa e desenvolvimento da Phytoessence é realizado na unidade de Barueri, em São Paulo. A fábrica possui uma área de 1.500m², que reúne os departamentos produtivo, comercial, administrativo, técnico e de controle de qualidade. A empresa é responsável pela produção de 3.000 diferentes fragrâncias, todas com fabricação própria e exclusiva, a partir de matérias-primas testadas em laboratórios internacionais. Tendo como prioridade a atuação em conformidade com a legislação brasileira, a Phytoessence afirma seguir, com rigor, as normas da ABIFRA (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Essenciais, Produtos Químicos Aromáticos, Fragrâncias, Aromas e Afins).

Para chegar ao resultado esperado pelo cliente, a empresa conta com o Estúdio de Treinamento em Fragrâncias, que fornece capacitação para a equipe de colaboradores, oferece cursos para os clientes e promove o compartilhamento de ideias e projetos. O espaço foi criado para fornecer orientações sobre o processo produtivo e alinhar expectativas sobre cada etapa de desenvolvimento do produto. “Clientes que recebem esse treinamento diferenciado percebem com mais facilidade o que é mito e o que é verdade no segmento de fragrâncias”, afirma Ribeiro.

Amanda Mont’Alvão Veloso

Portfólio

© 2016 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Laurence Bacilieri
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Nos Estados Unidos, o comércio varejista vem registrando uma queda contínua do faturamento. O setor está passando por profundas mudanças, com a falência de 3.500 lojas, sem falar nas dificuldades que têm enfrentado as redes Macys e Sears & K-Mart. A exemplo do setor bancário, os grandes protagonistas do varejo americano estão (...)

+ informações

Seções