Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Elie Papiernik

Misturar(-se) para inovar

Sim, a inteligência artificial é o cerne da inovação industrial. E não, não existe a menor chance de que, num futuro próximo, ela venha a suplantar a inteligência coletiva e a criação em conjunto. A inovação é fruto da mistura de contrários, da mescla de culturas e do confronto de ideias e pontos de vistas opostos.

A tecnologia In'pressive, inicialmente desenvolvida para perfumaria e (...)

A tecnologia In’pressive, inicialmente desenvolvida para perfumaria e cuidados com a pele, foi transferida para fracos de esmalte.

A centdegrés, que no ano que vem completa 30 anos de atuação, é a manifestação concreta dessa evidência: eu, designer, e David Nitlich, graduado pela Sciences Po, dois seres humanos muito diferentes, fundamos a agência. Além disso, embora sejamos parisienses, nos encontramos em um ambiente totalmente desconhecido para ambos – Hong Kong. Idealizamos a centdegrés inspirados na paixão por tudo o que seja revolucionário e nas diferenças e complementaridades que sempre foram nossos valores fundamentais. Nunca tínhamos trabalhado em uma agência, nem eu nem ele. Inventamos nossas próprias ferramentas, sem nos darmos conta de que elas também eram revolucionárias em relação ao "como fazer" e ao "como não fazer". Constituímos nossas equipes com o cuidado de sempre misturar "dessemelhanças", optando por um sistema de gestão que não fosse dogmático nem autoritário, e no qual a contradição, o questionamento e o debate fossem não somente indispensáveis, mas vitais.

Zona de desconforto, um terreno fértil

Desde o início, fizemos questão de levar nossos profissionais de criação para conhecer os clientes, o que invariavelmente desestabilizava todo mundo. A ideia de colocar frente a frente um profissional da área de comércio e um profissional de de design parecia estranha ou até absurda. Muitas vezes, eles não conseguiam se entender logo de cara, mas, passada a surpresa - e, às vezes, o desconforto -, o resultado era sempre muito interessante e fértil.

E foi esse princípio que norteou nosso desenvolvimento: trabalhar não apenas para os clientes, mas com os clientes. Criar zonas de desconforto e de atrito, de onde possam surgir boas ideias. Levar o tempo que for preciso – em geral, um tempo muito maior do que se apresentássemos simplesmente uma proposta em que tudo já estivesse pronto – a fim de criar juntos, em parceria, gerando soluções inovadoras que resultem do confronto e da mistura de personalidades e culturas diferentes.

Tempo, energia e inteligência coletiva

O tempo que passamos construindo e desconstruindo, dialogando e descomplicando situações complexas, nos enfrentando e buscando juntos uma solução, nunca foi nem será um tempo perdido. Não é possível avançar sem investir tempo, energia e inteligência coletiva. É assim que nascem as soluções inovadoras, surpreendentes, fecundas e sedutoras.

E é exatamente por isso que a agência se chama centdegrés: porque nossos mais belos projetos são invariavelmente frutos da ebulição de encontros, intercâmbios e confrontos e nunca de ambientes mornos, confortáveis e consensuais. Não existe a menor possibilidade de nos contentarmos em agir como simples técnicos. Antes de oferecer respostas aos clientes, queremos oferecer perguntas. Queremos tirá-los do lugar, perturbá-los, forçá-los a ir mais longe, por caminhos diferentes que nos conduzem, finalmente, à inovação.

In’pressive, aventura inovadora

Com essa ideia em mente, em 2010 decidimos lançar a aventura in’pressive. A centdegrés, que acumula mais de 20 anos de experiência na criação de frascos para perfumes e cosméticos, há muito tempo sonhava em dar uma forma interna ao frasco, uma forma que contivesse a alma do perfume ou do produto, que o esculpisse a fim de torná-lo mais belo e sedutor. Mais justo, também, se inserindo em um mundo no qual os produtos e as marcas precisam se singularizar. O primeiro passo foi a parceria com um grande fabricante de vidros – o Grupo Pochet –, para desenvolver uma solução técnica inovadora que tornasse possível esculpir a parte interna do frasco. Quando essa solução totalmente inédita ficou pronta, foi colocada em prática no design do perfume La Panthère, da Cartier.

Mas a inovação técnica é apenas uma peça do quebra-cabeça. O tempo todo nos empenhamos para ampliá-la, dar novas formas, reinventá-la. Em novembro do ano passado, idealizamos um projeto revolucionário para o salão Cosmoprof de Hong Kong e, para desenvolvê-lo, convidamos especialistas e talentos de outras áreas a trabalhar em nosso ecossistema Pochet + centdegrés. Foi assim que a Fiabila, um dos líderes do segmento de esmaltes para unhas, e a Beautystreams, agência especializada em tendências no universo da beleza, se juntaram a nós para criar um produto finalizado, capaz de virar pelo avesso os padrões existentes. Além de desenvolver um produto inovador, decidimos apresentá-lo em um dos eventos de beleza mais importantes do planeta e oferecê-lo a centenas de mulheres – as profissionais do setor de beleza que participavam do salão. Originárias da Ásia, da Austrália, dos Estados Unidos, do Oriente Médio, da Europa e de outras regiões, elas foram convidadas a participar de uma sessão de manicure e dizer o que pensavam do produto. Para nós, a opinião dessas mulheres era extremamente importante.

Com o trabalho conjunto de tantos especialistas em um mesmo projeto e o feedback das visitantes do salão, a quem oferecemos os frascos de esmalte, mobilizamos a participação de um grande número de profissionais para promover uma transformação direta e concreta do mundo da beleza e do mercado setorial. Essa aventura, que para os profissionais de criação inaugurou uma nova maneira de desenvolver produtos, representou também um teste inovador. Um teste muito bem-sucedido, diga-se de passagem.

Tradução: Maria Marques

© 2017 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

Sobre Elie Papiernik

Diplomado pela École Nationale Supérieure de Création Industrielle, na França, Elie Papiernik é Diretor Artístico da centdegrés, agência de criação independente que ele fundou, com seu parceiro David Nitlich, em 1988, em Paris. A agência, considerada uma das mais importantes por sua expertise no universo da beleza, presta consultoria estratégica em diversas áreas – plataforma de marcas, identidade visual, design de produtos, inovação, embalagem, mercado de varejo, arquitetura, estratégia digital, entre outros. Presente em vários pontos do planeta – Paris, Hong Kong, China (onde dispõe de três agências), São Paulo, Casablanca, Dubai e Genebra – a centdegrés agrega reflexão, análise prospectiva e ação para alcançar seu objetivo maior: "ver mais longe e fazer a coisa certa".

Fascinado por inovações que possam gerar reais transformações, Elie Papiernik dá palestras em grandes empresas e salões internacionais, como Luxe Pack, Cosmoprof e China Beauty Expo, sobre temas como o futuro do varejo, a revolução digital, a experiência dos consumidores e a importância do story telling.

Contato:
e.papiernik@centdegres.fr
Telefone: + 33 1 44 72 59 01

Site da agência:
www.centdegres.fr

Foco
Centdegrés desenha o novo eau de parfum masculino de Eudora, Impression

Centdegrés desenha o novo eau de parfum masculino de Eudora, Impression

O recém lançado eau de parfum masculino de Eudora, Impression, fala de um homem sofisticado, que soube criar e aproveitar as oportunidades que a vida lhe deu para evoluir. Com notas amadeiradas e ambaradas, a fragrância é baseada em cistus labdanum, musk e patchouli. A Centdegrés foi escolhida para representar através do design do (...)

+ informações
Palavra de especialista
Dr Dennis Gross: carro-chefe do mercado americano de tratamentos de ponta para a pele

Emmanuelle Bassmann
Dr Dennis Gross: carro-chefe do mercado americano de tratamentos de ponta para a pele

Quais são as novas propostas dos tratamentos dermatológicos? Que estratégias estão sendo desenvolvidas pelas principais marcas lançadas por profissionais de medicina ou baseadas em conceitos medicinais? Veja a seguir como a marca Dr Dennis Gross responde a essas perguntas. A linha de cuidados do Dr. Dennis Gross, lançada em 2002, teve (...)

+ informações

Seções