Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Empresas e indústria

Mahogany cresce 12% no primeiro semestre e prevê faturamento de R$ 110 milhões no ano

Fabricante de cosméticos com 160 lojas em todo o Brasil, a Mahogany anunciou um crescimento de 12% no primeiro semestre de 2014, em comparação com o mesmo período do ano passado. A empresa do Laboratório Sklean espera fechar o ano com um faturamento de R$ 110 milhões, 10% a mais do que o registrado em 2013.

Loja da Mahogany no Santana Shopping

Loja da Mahogany no Santana Shopping

Os bons números são creditados especialmente ao aumento das vendas no segmento de perfumaria – cujo portfólio reúne mais de 60 fragrâncias – e ao projeto Mahogany em Casa, seu canal de vendas diretas. Lançado no final de 2013, o modelo faz das franquias os centros de distribuição da marca e as revendedoras são selecionadas pelos próprios franqueados. O projeto já está presente em 39 lojas da rede.

A meta da Mahogany é chegar a 250 pontos de venda em cinco anos, entre franquias e lojas próprias, e o foco está nas regiões Norte e Nordeste do país, no estado de Minas Gerais e no interior de São Paulo e do Rio de Janeiro. A empresa quer também impulsionar suas vendas online: a receita do site hoje corresponde ao valor arrecadado por uma loja média.

No mercado há 22 anos e com sede no município de Osasco, na Grande São Paulo, a Mahogany deu uma guinada em sua história em 2006. Até esse ano, comercializava seus produtos em diferentes pontos de venda, como supermercados e drogarias. Com a decisão de inaugurar lojas próprias, a empresa recolheu os itens de mais de 3.500 pontos do varejo e deu início a uma rede de franquias.

Linha Lavanda & Algodão da Mahogany

Linha Lavanda & Algodão da Mahogany

Em apenas um ano, a Mahogany triplicou sua receita. Não precisando mais disputar espaço nas prateleiras com outras marcas, a companhia investiu em novos produtos, ampliando seu catálogo. Foram lançadas linhas para o público masculino, de maquiagem e aromatizadores para ambientes. Resultado: o portfólio da empresa cresceu de 60 para 400 itens.

Mas a estratégia não era abandonar o grande varejo, e sim expandir em uma nova frente. A Mahogany criou uma segunda linha de produtos, a Kevin Nichols, mais enxuta e com artigos mais econômicos, que substituiu a marca em muitos dos pontos de venda em que era comercializada. Mais de 40% deles aderiram à nova linha, que hoje está presente em todo o país e conta com cerca de 60 itens, entre xampus, condicionadores, fragrâncias, sabonetes, desodorantes e hidratantes.

Portfólio

© 2014 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Laurence Bacilieri
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Nos Estados Unidos, o comércio varejista vem registrando uma queda contínua do faturamento. O setor está passando por profundas mudanças, com a falência de 3.500 lojas, sem falar nas dificuldades que têm enfrentado as redes Macys e Sears & K-Mart. A exemplo do setor bancário, os grandes protagonistas do varejo americano estão (...)

+ informações

Seções