Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Empresas e indústria

L’Oréal Brasil aposta em inovação digital para atrair e fidelizar consumidores

De aplicativos de realidade aumentada a hackatons (ou maratonas de programadores), a empresa investe em tecnologias capazes de aprimorar a experiência de compra.

A inovação digital se tornou uma premissa para a L’Oréal Brasil conquistar mais consumidores e se manter competitiva no mercado brasileiro de beleza e cuidados pessoais. O investimento em novas tecnologias permite que a marca otimize processos internos, reduza custos e redirecione tempo e orçamento para outras áreas. Essa estratégia também reflete em um contato mais abrangente com seu público-alvo, que tem a oportunidade de conhecer novas experiências de compra.

Paula Costa, chief marketing officer da L'Oréal Brasil

Paula Costa, chief marketing officer da L’Oréal Brasil

A L’Oréal vem investindo pesadamente em novas tecnologias e sistemas como ferramentas para dispositivos móveis, gestão de relacionamento com o cliente, monitoramento de mídias sociais e e-commerce. Vemos estes investimentos como essenciais para a aceleração digital, que hoje é uma das prioridades do grupo no mundo”, afirma Paula Costa, chief marketing officer da L’Oréal Brasil.

Um exemplo dessa orientação foi a primeira edição do Beautyhack, uma competição de startups, realizada em março deste ano, para o desenvolvimento de aplicativos com potencial para serem usados em projetos estratégicos da empresa.

Os desafios incluíram o uso do programa Dermaclub na rotina do consumidor de dermocosméticos; a difusão de informações e o engajamento de profissionais de salão de beleza com as marcas L’Oréal Professionnel, Kerástase, Redken, Matrix e Essie; o desenvolvimento de uma experiência de compra assistida de produtos Maybelline feita por celulares, tablets e computadores; e o incentivo ao uso dos produtos de luxo do Grupo L’Oréal, explorando ocasiões especiais.

Das 120 startups inscritas, quatro projetos foram selecionados e seus criadores ganharam viagens ao Vale do Silício, que incluem visitas à sede do Google e do Facebook. A NeoMode, empresa vencedora, recebeu R$ 100 mil para o desenvolvimento efetivo do aplicativo Maybeonlline, que integra os pontos de venda online e offline da linha de maquiagens em uma única plataforma.

Segundo Costa, o suporte de tecnologia está sendo revolucionado na empresa. “Desde sistemas de suporte a vendas e promotores, passando pela forma como gerimos informações internas, como nossos investimentos de mídia, temos diversos exemplos em que a tecnologia está sendo usada para otimizar nossos processos e garantir que as pessoas tenham mais acesso a informação em tempo real”, completa.

A matriz europeia também está traçando um caminho semelhante com o aplicativo de realidade aumentada Makeup Genius, desenvolvido pela L’Oréal Paris. Com ele, a consumidora aplica maquiagem virtualmente e consegue visualizá-la no celular. Assim, ela pode testar os efeitos dos produtos no rosto e compartilhar o resultado antes mesmo de comprar os produto.

App Makeup Genius, da L'Oréal Paris

App Makeup Genius, da L’Oréal Paris

O conceito de inovação, porém, não se restringe ao marketing e aos processos internos: a L’Oréal Brasil está interessada em estreitar a relação com seu público-alvo. “Os investimentos envolvem toda a jornada do consumidor, desde o primeiro contato com o produto, a compra, o uso e a recompra das nossas marcas”, enfatiza Costa.

O público da L’Oréal Brasil é muito diverso, visto que temos um portfólio amplo de marcas em várias categorias, para todos o segmentos sociais e etários. Mas o que observamos é que o engajamento digital das consumidoras só cresce e elas estão cada vez mais interessadas na experiência de uso e exigentes no que diz respeito ao nosso atendimento pós-venda,” completa Costa.

As experiências bem-sucedidas de inovação não esgotam os desafios que a marca tem pela frente, sobretudo em relação ao perfil dinâmico do público. “Nosso desafio é inovar, treinando todos os funcionários de marketing quanto a novas formas de impactar e engajar o consumidor além dos canais tradicionais. Precisamos também traduzir de forma simples as métricas de performance, garantindo o retorno sobre o investimento, além de estabelecer processos internos tão dinâmicos quanto a rotina cada vez mais mutante dos nossos consumidores”, conclui.

Amanda Veloso

Portfólio

© 2016 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Laurence Bacilieri
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Nos Estados Unidos, o comércio varejista vem registrando uma queda contínua do faturamento. O setor está passando por profundas mudanças, com a falência de 3.500 lojas, sem falar nas dificuldades que têm enfrentado as redes Macys e Sears & K-Mart. A exemplo do setor bancário, os grandes protagonistas do varejo americano estão (...)

+ informações

Seções