Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Empresas e indústria

Dominique - Maison de Beauté: paraíso de beleza franco-paulista

Não muito longe da elegante rua Oscar Freire, em São Paulo, foi inaugurado há alguns meses um novo templo de beleza, a meio caminho entre loja e apartamento de luxo. Por trás desse conceito totalmente inédito no Brasil, Olivia Camplez, jovem francesa de 35 anos que decidiu compartilhar com as mulheres brasileiras uma visão da beleza marcada por luxo e modernidade.

Olivia Camplez

Olivia Camplez

Olivia Camplez trabalhava em Paris no setor de comércio eletrônico, tendo atuado na Apple e na Pixmania, entre outros. Mas o acaso e o desejo de novas fronteiras acabaram por conduzi-la, há quatro anos, ao Brasil, mais exatamente a São Paulo, onde decidiu ficar, apesar de não falar português. Em pouco tempo, conheceu algumas start-ups locais e foi se habituando ao ritmo de vida paulistano. Nesse novo universo, faltava, porém, uma coisa importante para ela: dispor de cosméticos de luxo e produtos de nicho selecionados a dedo. Em poucos dias, amadureceu a ideia de criar uma loja conceito dedicada ao universo da beleza – a sua Maison de Beauté.

O trabalho inicial envolveu a elaboração do plano de negócios, a busca de financiamento, a seleção de marcas e produtos, a escolha e a preparação do local, os trâmites administrativos para vencer as barreiras alfandegárias e várias outras providências. No final novembro de 2016, a Dominique – Maison de Beauté foi enfim inaugurada. Nesse espaço acolhedor e atípico, projetado pela agência Centdegrés como se fosse um apartamento haussmaniano tipicamente parisiense, funciona um instituto que oferece tratamentos de beleza especializados desenvolvidos pela dermatologista Joëlle Ciocco, além de uma loja que apresenta cerca de 20 marcas cuidadosamente selecionadas com base em critérios éticos e uma visão principalmente holística da beleza e do bem-estar, que vai muito além de uma abordagem exclusivamente cosmética.

Os cuidados da pele (By Terry, Diptyque, Joëlle Ciocco), do corpo (Uka) e dos cabelos (Christophe Robin, Rahua), bem como os produtos de maquiagem (Ilia, RMS Beauty) e os perfumes (Terry de Ginsburg), dividem esse espaço exclusivo com objetos como velas (Cire Trudon, Diptyque), fronhas, acessórios e chás (Kusmi Tea).

"Meu desejo era dar vida a um conceito que representasse o paraíso da beleza. Um lugar em que a cliente se sentisse em casa, calorosamente acolhida e orientada, de forma a encontrar tudo o que precise para o seu bem-estar. Procurei oferecer, acima de tudo, uma experiência de compra inédita", explica Olivia.

Sem equivalentes no Brasil, o conceito tem seduzido o público e, em apenas alguns meses, vem registrando um sucesso incontestável. "As mulheres brasileiras adoram novidades. Além disso, mesmo em época de crise, a beleza é um valor de refúgio do qual elas não abrem mão, constata a fundadora. "A isso se soma um fenômeno relativamente novo. Neste país campeão de cirurgias plásticas, não faz muito tempo que as mulheres começaram a levar a sério o cuidado com a pele. Hoje, nossas clientes – que têm entre 30 e 60 anos e costumam, em sua maioria, viajar para o exterior – são cada vez mais receptivas aos produtos naturais, orgânicos e éticos. Essas mulheres já não se preocupam tanto em obter resultados imediatos. Ao contrário, estão ganhando uma nova consciência, levando em conta o fator tempo e qualidade dos produtos, bem como a forma como utilizam esses produtos", continua.

Considerando os primeiros resultados - e com apoio do principal investidor, a Galeries Lafayette -, Olivia Camplez pretende dar mais alcance ao projeto. Até o final do ano, várias pop up stores serão criadas em Brasília e no Rio. Além disso, está em estudo a abertura de lojas no México e na Colômbia. Quanto aos produtos, novas marcas originárias de todos os continentes em breve serão referenciadas, em particular no segmento de perfumes. O objetivo é ter seis novas marcas por ano e, quem sabe, lançar uma marca própria.

mais recentes
Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
Alternativas ecológicas para microesferas de plásticos

Lipotec
Alternativas ecológicas para microesferas de plásticos

A sustentabilidade tornou-se uma grande preocupação nos tempos atuais. Os consumidores têm buscado produtos com ingredientes que não agridem o meio ambiente, visando diminuir os impactos causados. Na indústria de produtos voltados para cuidados com a pele, as microesferas de plástico, utilizadas ao longo da história em esfoliantes para a (...)

+ informações

Seções