Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Embalagem e design

Colep investe em inovação e sustentabilidade para aerossóis

No Brasil desde 2010, a Colep, fornecedora mundial de embalagens para produtos de cuidados pessoais e serviços de terceirização, segue otimista com o mercado nacional de cosméticos. Depois de estruturar três unidades fabris no interior de São Paulo, a empresa investe em tecnologia e automatização para aprimorar os produtos. Um dos destaques é o envasamento de cosméticos no sistema aerossol com tecnologia de compressão para antiperspirantes, que confere sustentabilidade e praticidade na utilização, explica Helder Canotilho, gerente de vendas da Colep, ao Brazil Beauty News.

Helder Canotilho, gerente de vendas da Colep

Helder Canotilho, gerente de vendas da Colep

Brazil Beauty News - Desde quando e de que maneira a Colep atua no mercado brasileiro de cosméticos e cuidados pessoais?

Helder Canotilho - A Colep iniciou as atividades de terceirização na fabricação e envase de produtos com tecnologia para líquidos, cremes e aerossóis para personal care e tecnologia de líquidos para home care em 2010, nas cidades de Itatiba e Louveira (interior de São Paulo). A empresa oferece serviços em modelos de beneficiamento ou full service, com suporte nas áreas de logística, qualidade, projetos, fornecimento e desenvolvimento de novos produtos. Atuamos com todos os tipos de cosméticos de base aquosa ou alcóolica, sejam líquidos, cremes, pomadas e ceras.

Brazil Beauty News - Quais são os destaques e diferenciais da empresa, considerando a grande concorrência nestes mercados?

Helder Canotilho - Como a maior envasadora de cosméticos na tecnologia aerossol do mundo, a Colep alcançou a marca histórica de 1,2 bilhão de unidades em 2016. A presença global da empresa se dá por meio de 19 fábricas espalhadas por todos os continentes. Somos líderes em premiações de inovação ao redor do mundo, incluindo tecnologias como pasta dental em aerossol, carvão ativado em aerossol para containers de cerveja, espumas alimentares, aerossol em tecnologia PET, entre outras. A Colep atua em parceria com oito das 10 maiores marcas de cosméticos do mundo, demonstrando assim nosso know-how e confiabilidade nos serviços prestados por mais de 50 anos.

Brazil Beauty News - Quais particularidades do mercado brasileiro a empresa observou?

Helder Canotilho - O mercado brasileiro se mostra muito dinâmico em relação aos chamados “cosméticos básicos”, o que consequentemente propicia o lançamento continuo de novos produtos e intensifica sua rotatividade. Por isso, o dinamismo no desenvolvimento de um produto é primordial para manter a marca dos clientes sempre em evidência. Em contrapartida, o índice de lançamentos em inovação de produtos ainda é muito baixo, tendo em vista os custos envolvidos e a disponibilidade de materiais no mercado interno.

Brazil Beauty News - Quais as tendências em embalagens para o setor?

Helder Canotilho - Na categoria de líquidos, podemos destacar as embalagens tipo stand-up pouch, tendo em vista o custo de produção, a personalização facilitada das artes, o apelo sustentável e a visibilidade na gôndola.

Já para a tecnologia aerossol, um exemplo de sucesso e pioneirismo da Colep está na tecnologia compressed para antiperspirantes. Nesse caso, o apelo sustentável, a praticidade na utilização, a redução do uso de materiais e o custo na cadeia produtiva e logística se aliam à performance do produto.

Embalagens em formato aerossol da Colep

Embalagens em formato aerossol da Colep

Brazil Beauty News - De que maneira a sustentabilidade está presente nas embalagens da Colep?

Helder Canotilho - Nosso objetivo é ser o parceiro de sustentabilidade de nossos clientes por meio de atividades éticas e socialmente responsáveis. Incentivamos e promovemos programas para a redução da cadeia de carbono de nossas fábricas, além de sempre ter como prioridade a fabricação de produtos inovadores e sustentáveis.

Brazil Beauty News - Poderia apontar investimentos recentes feitos no Brasil?

Helder Canotilho - Além de toda a estruturação e adequação das três unidades fabris, a Colep investe em sistemas de tratamento de água de primeira geração nas unidades de personal care, visando produtos de maior exigência tecnológica, linhas de produção automatizadas de alta cadência para tecnologias stand-up pouch e sistemas automatizados de controles de processo em linhas de produção.

Brazil Beauty News - Quais as expectativas para a Colep no Brasil os próximos dois anos?

Helder Canotilho - Independentemente da situação econômica atual do país, a Colep acredita no crescimento do mercado cosmético brasileiro de forma mais acentuada nos próximos anos, tendo em vista que o mercado se abriu para as pequenas e médias empresas. Elas vêm ganhando espaço e investindo em desenvolvimento de novos produtos e nichos de consumo, possibilitando maior competitividade e aquecendo as vendas.

Amanda Veloso

© 2017 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

Recorde de público marca edição 2017 da FCE Cosmetique e FCE Pharma

As feiras FCE Cosmetique e FCE Pharma, que aconteceram entre os dias 23 e 25 de maio de 2017, receberam 15.400 visitantes e registrou um crescimento de 9%, em comparação com o ano anterior. Na cerimônia de abertura, Geraldo Alckmin, o Governador do Estado de São Paulo, destacou os esforços do Governo para o desenvolvimento das (...)

+ informações
Palavra de especialista
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Laurence Bacilieri
O setor de Retail nos Estados Unidos: apocalipse ou evolução?

Nos Estados Unidos, o comércio varejista vem registrando uma queda contínua do faturamento. O setor está passando por profundas mudanças, com a falência de 3.500 lojas, sem falar nas dificuldades que têm enfrentado as redes Macys e Sears & K-Mart. A exemplo do setor bancário, os grandes protagonistas do varejo americano estão (...)

+ informações

Seções