Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Radar

Canadá: microesferas de plástico serão proibidas a partir de 2018

O governo canadense acaba de publicar um projeto de Regulamento sobre as microesferas presentes em produtos de higiene.

Segundo o texto, a fabricação e a importação de cosméticos e produtos de higiene que contenham microesferas de plástico serão proibidas a partir de 1° de janeiro de 2018. No caso de cosméticos que também são produtos naturais para a saúde (natural health products) e medicamentos não controlados (non-prescription drugs), a proibição entrará em vigor seis meses mais tarde, em 1° de julho de 2018.

Para completar, a venda de cosméticos e produtos de higiene que contenham microesferas de plástico também será proibida a partir de 1° de julho de 2018. Porém, no caso de cosméticos que também são produtos naturais para a saúde e medicamentos não controlados, a proibição passará a vigorar em 1° de julho de 2019.

O texto do projeto de regulamento está disponível aqui.

Tradução: Maria Marques

© 2016 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Centdegrés desenha o novo eau de parfum masculino de Eudora, Impression

Centdegrés desenha o novo eau de parfum masculino de Eudora, Impression

O recém lançado eau de parfum masculino de Eudora, Impression, fala de um homem sofisticado, que soube criar e aproveitar as oportunidades que a vida lhe deu para evoluir. Com notas amadeiradas e ambaradas, a fragrância é baseada em cistus labdanum, musk e patchouli. A Centdegrés foi escolhida para representar através do design do (...)

+ informações
Palavra de especialista
Alimente sua pele com uma colorida rotina de beleza

Lipotec
Alimente sua pele com uma colorida rotina de beleza

Atualmente, cada vez mais consumidores de todas as idades estão preocupados com o meio ambiente e com o impacto humano que eles deixam na Terra. Uma vida saudável em harmonia com o planeta tornou-se um objetivo essencial atualmente. As pessoas tornaram-se mais cautelosas e conscientes de seus padrões de consumo - dos alimentos que (...)

+ informações

Seções