Siga-nos twitter facebook
Edição: Brasil
Clique aqui para recebernossa newsletter gratuita cliquez ici
Mercados e tendências

As quatro tendências de beleza que impactarão o mercado global até 2025

De olho em 2025, a Mintel, anunciou as quatro principais tendências que deverão orientar os mercados globais de beleza durante a próxima década, incluindo as implicações que trarão para consumidores e marcas.

No futuro, quando a linha entre os dispositivos humanos e tecnológicos se fundirem, a água vai se tornar um recurso protegido, preocupações com energia vital aumentarão e ingredientes naturais virarão o centro da atenção. Portanto, marcas de beleza devem inovar para permanecer relevantes.

O humano aumentado

A linha entre o humano e os dispositivos tecnológicos está se fundindo, à medida que a tecnologia inteligente dá aos consumidores um maior controle sobre suas necessidades individuais de saúde e beleza.

"À medida que os consumidores se tornam, cada vez mais, familiarizados com o uso de tecnologia para monitorar a sua saúde e bem-estar, eles procuram marcas de beleza que ofereçam produtos e dispositivos que tenham funcionalidades semelhantes. O desenvolvimento de novos produtos em realidade aumentada está fornecendo o próximo passo em espelhos virtuais e visualização em tempo real dos efeitos de produtos de beleza na pele e no cabelo,” afirma Vivienne Rudd, diretora de Insights, Beleza e Cuidados Pessoais, da Mintel.

Água: o novo luxo

A água está para se tornar um bem precioso à medida que o seu consumo fica maior que a oferta. Para limitar a dependência de água, marcas de beleza terão que mudar a forma como fabricam e formulam produtos. Assim como os consumidores reduzem seu uso, eles também esperam que as marcas façam o mesmo, e algumas delas já tomam uma atitude em relação a esse assunto.

Onde a água era, uma vez, parte essencial de algumas rotinas de beleza, novas formulações de produtos exigem pouca ou nenhuma água para a sua utilização.

Poder de jogo

Os consumidores enfrentam problemas com o vigor físico assim como o ritmo da vida moderna muda. Cientes da necessidade dos consumidores de mudar seus estilos de vida a longo prazo, as marcas de beleza estão oferecendo produtos que colocam o posicionamento de energia na vanguarda. As marcas de beleza vão precisar fazer parcerias com empresas de alimento, bebida e lazer para criar variantes de produtos que promovam um estilo de vida saudável com ingredientes e reivindicações que se complementam.

Gastronomia

Diz o ditado, "é o que está no interior que conta", e não há melhor maneira de conhecer os ingredientes de um produto do que prepará-lo você mesmo.

"Tratamentos de beleza e cuidados pessoais tradicionais estão se tornando mainstream, já que mais e mais consumidores começam a ’cozinhar’ as suas próprias versões. Marcas terão que mudar seu foco para realçar processos artesanais, ao mesmo tempo que tornam mais fácil para os consumidores fazerem produtos em casa. Pensando na próxima década, veremos marcas emprestado inspiração dos kits de refeição desenvolvidos por empresas de alimentos," conclui Vivienne Rudd.

Fonte: Mintel

© 2015 - Brazil Beauty News - www.brazilbeautynews.com

mais recentes
Foco
Centdegrés desenha o novo eau de parfum masculino de Eudora, Impression

Centdegrés desenha o novo eau de parfum masculino de Eudora, Impression

O recém lançado eau de parfum masculino de Eudora, Impression, fala de um homem sofisticado, que soube criar e aproveitar as oportunidades que a vida lhe deu para evoluir. Com notas amadeiradas e ambaradas, a fragrância é baseada em cistus labdanum, musk e patchouli. A Centdegrés foi escolhida para representar através do design do (...)

+ informações
Palavra de especialista
EUA: Varejo em festa no feriadão

Laurence Bacilieri
EUA: Varejo em festa no feriadão

Nos Estados Unidos, os resultados das vendas do fim de semana de Thanksgiving (24-27 de novembro) prometem deixar o varejo de excelente humor. Neste ano, 45% dos americanos já tinham começado a fazer as compras para as festas antes de 1° de novembro. Embora 79% dos comerciantes tivessem lançado descontos e promoções mais cedo que no ano (...)

+ informações

Seções